Minotouro

               Rogério Minotouro vem embalado por um nocaute sobre Patrick Cummins - (Foto: Erik Engelhart)

Erik Engelhart
19/10/2016
18:00
Rio de Janeiro (RJ)

Número 9 no ranking dos meio-pesados do UFC, Rogério Minotouro vai ter uma grande chance de ir para as cabeças da divisão, diante do quarto colocado, Ryan Bader, em luta que acontece no dia 19 de novembro, em São Paulo.

O baiano enfrentou o americano em 2010 e acabou derrotado na decisão unânime dos juízes, sucumbindo ao jogo de wrestling de Bader. Desde então, Minotouro se dedicou intensamente aos treinos de luta olímpica para boxear sem medo de ser derrubado.

- Tem seis anos que enfrentei o Bader e foi um combate muito disputado. A revanche veio em uma hora boa, ele está em uma boa fase na carreira, é a hora certa da gente se encontrar novamente, ainda mais em São Paulo no evento principal da noite. Desde a nossa primeira luta, eu investi bastante no wrestling, trouxe grandes treinadores e isso trouxe muito confiança para soltar o meu boxe - disse Rogério, em media day realizado na última quarta-feira (18), no Rio de Janeiro. 

Em sua última aparição no octógono do UFC, em maio deste ano, Rogério Minotouro não tomou conhecimento do wrestler Patrick Cummins, conquistando o nocaute ainda no primeiro round e a estratégia contra Bader deve ser a mesma.

- O Bader está mais forte fisicamente e melhorou muito no boxe, tem uma direita perigosa. Mas ele não tem a mesma experiência do que eu em pé, na movimentação, então vou explorar essas brechas no jogo dele. Vou fazer um jogo parecido com o que fiz contra o Patrick Cummins, tenho que estar bem vivo na parte em pé e um golpe surpresa pode fazer a diferença nesta luta e trazer o nocaute - encerrou.