Miesha Tate sonha com chance pelo cinturão do UFC (FOTO: Divulgação)

Miesha Tate perdeu o cinturão do UFC ao ser nocauteada por Amanda Nunes em julho - (FOTO: Divulgação)

LANCE!
24/10/2016
11:02
Las Vegas (EUA)

Considerada a lutadora mais temida do MMA, Cris Cyborg até hoje tem dificuldades em encontrar rivais dispostas a lhe enfrentar, mas uma ex-campeã garantiu que não se importa em encarar a brasileira no peso combinado até 63.5 kg.

Trata-se da ex-campeã dos galos, Miesha Tate, que apesar de se mostrar disposta a encarar o desafio, sabe que corre o risco de se meter em uma grande encrenca, conforme declarou em entrevista ao "MMA Fighting". 

- Quando eu era campeã, me disseram que não poderia lutar em peso-casado. Ou ela teria que bater o limite do peso-galo (61,2 kg) ou eu não poderia ser a campeã. Agora, como não sou mais a campeã, eu tecnicamente poderia lutar pesando 63,5 kg. Não tenho nada contra isso, porque não tenho nada a perder com essa luta. Seria um combate contra uma lutadora que é uma máquina de destruir, uma fera. Se eu a vencesse, ou fizesse uma luta dura, isso diria muito sobre mim. Não tenho dúvida que estaria me metendo em grande encrenca - avaliou.

Cyborg fez suas últimas duas lutas pelo UFC no peso casado até 63.5 kg, onde nocauteou Leslie Smith e Lina Lansberg. Já Miesha Tate, perdeu o cinturão ao ser nocauteada por Amanda Nunes em sua última luta e está com compromisso marcado contra Raquel Pennington, no dia 12 de novembro, em Nova York.