icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/08/2015
11:01

O confronto entre José Aldo e Conor McGregor pela unificação dos cinturões dos penas está marcado para o dia 12 de dezembro, em Las Vegas (EUA), pelo UFC 194. Depois de uma lesão do brasileiro adiar o confronto que aconteceria em julho, o combate tem uma nova data. Mas antes disso o irlandês atua em outra missão dentro da organização. Conor está liderando um dos times do The Ultimate Fighter 22 contra Urijah Faber. Apesar de não enfrentar o técnico rival, o falastrão afirma que esse era seu desejo antes de enfrentar Aldo.

Em entrevista ao programa The Ultimate Fighter, McGregor revelou que quase desistiu do programa ao saber que não enfrentaria Faber, mas revelou que seu desejo era encará-lo em 24 de outubro, no evento de Dublin, Irlanda.

- Eles me deram o Urijah (Faber) como treinador, mas não vão deixar ele me enfrentar. Minha energia foi embora com isso. Não tinha mais razão pra mim. Mas o quanto mais eu penso a respeito e vendo as lutas no programa e estar ao redor disso... Essa é a vida que escolhi. Essa é a vida que eu criei. Estar aqui e ter essa oportunidade é uma coisa única. Seria legal ter uma luta ao final de tudo. Nós poderíamos facilmente fazer uma luta no evento de Dublin, em outubro. Eu poderia fazer um trabalho leve com Faber. Poderia acabar com ele em um round e fresco. Depois nós poderíamos fazer a luta com José no fim do ano - avaliou o campeão interino dos penas.

O confronto entre José Aldo e Conor McGregor pela unificação dos cinturões dos penas está marcado para o dia 12 de dezembro, em Las Vegas (EUA), pelo UFC 194. Depois de uma lesão do brasileiro adiar o confronto que aconteceria em julho, o combate tem uma nova data. Mas antes disso o irlandês atua em outra missão dentro da organização. Conor está liderando um dos times do The Ultimate Fighter 22 contra Urijah Faber. Apesar de não enfrentar o técnico rival, o falastrão afirma que esse era seu desejo antes de enfrentar Aldo.

Em entrevista ao programa The Ultimate Fighter, McGregor revelou que quase desistiu do programa ao saber que não enfrentaria Faber, mas revelou que seu desejo era encará-lo em 24 de outubro, no evento de Dublin, Irlanda.

- Eles me deram o Urijah (Faber) como treinador, mas não vão deixar ele me enfrentar. Minha energia foi embora com isso. Não tinha mais razão pra mim. Mas o quanto mais eu penso a respeito e vendo as lutas no programa e estar ao redor disso... Essa é a vida que escolhi. Essa é a vida que eu criei. Estar aqui e ter essa oportunidade é uma coisa única. Seria legal ter uma luta ao final de tudo. Nós poderíamos facilmente fazer uma luta no evento de Dublin, em outubro. Eu poderia fazer um trabalho leve com Faber. Poderia acabar com ele em um round e fresco. Depois nós poderíamos fazer a luta com José no fim do ano - avaliou o campeão interino dos penas.