LANCE!
13/11/2016
05:16
Nova York (EUA)

O UFC Nova York, que aconteceu no último sábado (12), pode ser considerado um dos maiores eventos de todos os tempos, senão o maior. O irlandês Conor McGregor fez história e se tornou o primeiro lutador a ostentar dois cinturões da organização ao mesmo tempo, ao nocautear Eddie Alvarez no segundo round e conquistar o título dos leves.

McGregor começa a luta mostrando que é o dono do cage e domina totalmente o primeiro round e quase termina a luta, conquistando dois knockdowns sobre o campeão com sua esquerda potente. No segundo round, McGregor logo conecta seu temido gancho de esquerda e acerta mais três socos que aniquilam Alvarez, que cai já fora de si. McGregor faz história e é o primeiro atleta a ostentar dois cinturões do UFC simultaneamente.

Em entrevista ainda dentro do octógono, o mito deixou a modéstia de lado e soltou o verbo para delírio do seus fãs, que eram maioria no tradicional Madison Square Garden.

- Cade a p** do meu segundo cinturão? Eu rendo 4,2 bilhões de dólares a vocês e vocês não me dão a p** do meu cinturão? Tragam logo isso, eu acabei de ganhar e já querem tirar de mim! Eles não estão no meu nível, você tem que ter tamanho, alcance e peso, senão vou destruir todos. O Alvares é um guerreiro mas não merecia estar aqui comigo. Ridicularizei muita gente aqui nessa organização, mas eu gostaria de pedir desculpas a ninguém - disse o campeão, deixando o cage com os dois cinturões no ombro.

Woodley empata com Thompson e mantém título dos meio-médios 
Atletas começam se estudando, Thompson aplica um chute, o campeão cata a perna e logo consegue uma queda. Campeão passou o round inicial inteiro castigando o desafiante por cima e Thompson já apresentou sangramento no nariz, fruto de uma cotovelada. Stephen cresce no segundo round, encontra a distância, caminha para frente, desfere os melhores golpes e leva a melhor.

No terceiro round, o desafiante segue explorando sua maior envergadura e domina as ações, deixando o campeão meio perdido. Woodley volta disposto a mostrar porque é o campeão e parte para a trocação franca com o desafiante e se dá bem: Tyron espanca Thompson, que se defende como pode e a luta quase é interrompida, diante do massacre. O campeão ainda quase consegue finalizar na guilhotina no final do round, mas desafiante consegue se livrar. Nos rounds seguintes, prevalece o equilíbrio e os juízes decretam o empate majoritário. Thompson com razão pede uma revanche contra o campeão e Woodley deixa o octógono cabisbaixo.

Jedrzejczyk derrota Kowalkiewic por pontos e mantém título dos palhas
Campeã dos palhas do UFC, Joanna mostrou o porquê é uma das poucas campeãs soberanas dentro do Ultimate. A lutadora usou o seu muay thai para dominar as ações na maioria dos rounds, mas sua compatriota vendeu caro a derrota.

No quarto round a desafiante fez Joanna sentir com um belo cruzado de direita que a fez lutar no automático a parcial inteira. Desafiante venceu o penúltimo round de maneira heróica, mas o coração da campeão a manteve na disputa. No round final, Joanna se restabelece mostrando um gás impressionante e não deixa dúvidas para os juízes, que lhe dão a vitória na decisão unânime em combate eletrizante.

Romero aplica nocaute brutal no ex-campeão Chris Weidman

Ex-campeão dos médios, Chris Weidman dominou o primeiro round, conseguindo algumas quedas, apesar do cubano ter voltado de pé rapidamente em todas elas. O americano também conectou bons chutes e socos e foi ligeiramente melhor, mas se desgastou bastante na busca pelas quedas.

No segundo round o cubano voltou bem melhor, aplicando duros chutes no corpo de Weidman e duas quedas. logo no começo do último round, Weidman foi tentar uma queda e levou uma joelhada voadora brutal, que o levou a nocaute e explodiu a cara do ex-campeão, que ficou desacordado e com sangue jorrando de sua cabeça. O mostro cubano se mostrou confiante na disputa de cinturão e provocou o campeão Michael Bisping em entrevista dentro do cage.

- Deus acaba de abrir para que eu tenha a oportunidade de disputar esse cinturão. Bisping eu te amo! - disse Romero, provocando Bisping, que fez cara de deboche.

Miesha Tate luta mal, perde para Pennington e se aposenta
Ex-campeã dos galos do UFC, Miesha Tate foi dominada completamente por Raquel Pennington durante os três rounds e, após acumular a segunda derrota consecutiva, afirmou que está pendurando as luvas.

- Faço isso há mais de 10 anos, estou anunciando minha aposentadoria. Foi por causa do resultado. Eu amo esse esporte, mas acabou para mim, meu corpo não responde mais da maneira adequeda. Deu para mim - disse Tate. 

Confira abaixo os resultados do UFC 205:

Conor McGregor nocauteou Eddie Alvarez aos 3:04 min do R2
Tyron Woodley empatou com Stephen Thompson 
Joanna Jedrzejczyk derrotou Karolina Kowalkiewicz na decisão unânime 
Yoel Romero derrotou Chris Weidman aos 24 segundos do R3
Raquel Pennington derrotou Miesha Tate na decisão unânime dos juízes
Card preliminar
Frankie Edgar derrotou Jeremy Stephens na decisão unânime dos juízes
Khabib Nurmagomedov finalizou Michael Johnson aos 2:31 min do R3
Tim Boetsch nocauteou Rafael Natal aos 3:22 min do R1
Vicente Luque nocauteou Belal Muhammad aos 1:19 min do R1
Jim Miller derrotou Thiago Pitbull na decisão unânime dos juízes
Liz Carmouche derrotou Katlyn Chookagian na decisão unânime dos juízes