LANCE!
05/01/2016
12:32
Rio de Janeiro (RJ)

Se existem dois nomes que fizeram sucesso no UFC em 2015 estes foram Ronda Rousey e Conor McGregor. E embora existam os críticos de plantão, alguns astros do esporte também não "engolem" o brilho dos astros do UFC. O astro do boxe Floyd Mayweather é um exemplo disso.

Ronda se destacou pelas performances extraordinárias no octógono, alta exposição na mídia e ascensão meteórica de sua popularidade. Porém, encerrou a temporada sem o cinturão do UFC, já que foi nocauteada por Holly Holm. Já o irlandês, também fez bonito na organização, mas encerrou 2015 com a conquista do título absoluto dos penas do UFC de forma espetacular contra José Aldo. Nada que convença Mayweather o suficiente.

- Dizem que (McGregor) fala muita besteira e as pessoas gostam dele por isso, mas quando eu fiz isso disseram que eu era arrogante e convencido. Tão tendenciosos! Como disse antes, tudo o que estou dizendo é que eu não sou racista, mas o racismo ainda existe - declarou o aposentado astro do boxe.

Em relação a Rousey, Floyd a comparou com Laila Ali, filha da lenda Muhammad Ali e apontou para a facilidade com a qual a americana conquistou o sucesso fora do esporte com menos lutas que a ex-boxeadora.

- Ronda Rousey, sabe, acho que ela lutou em algum lugar 11 ou 12 lutas, o que não é ruim. Laila Ali foi invicta e dominante também. Depois que Ronda lutou nove, dez, onze lutas, não durou muito, ela já estava cheia de patrocínios, fazendo filmes e tudo mais. Laila Ali fez a mesma coisa de forma mais espetacular... - ponderou.