Marlon Sandro conquistou nocaute no primeiro round (FOTO: Eder Mota/Divulgação)

                  Marlon Sandro conquistou nocaute no primeiro round em retorno (FOTO: Eder Mota/Divulgação)

LANCE!
14/11/2015
10:14
Rio de Janeiro (RJ)

A noite desta sexta-feira, foi de grandes combates na 59ª edição do Shooto Brasil. Pela terceira vez na Bahia, mais precisamente no município de Lauro de Freitas, o evento coroou o soteropolitano Rafael Sobral com o cinturão peso-galo (até 61,2kg) da organização após uma verdadeira batalha com Luciano Benício. Outro destaque da noite foi o retorno de Marlon Sandro ao Brasil após oito anos e 23 combates disputados no exterior. O carioca despachou Wanderson Michel por nocaute técnico ainda no primeiro round. Representante da co-luta principal da noite, Jafel Filho superou Erikson Faria também por nocaute técnico. A próxima edição do Shooto acontece no dia 04 de dezembro, no Rio de Janeiro.

A luta principal do Shooto Brasil 59, que valeu o cinturão peso-galo, foi muito movimentada e com algumas reviravoltas. Boa parte do combate se desenvolveu na luta em pé e enquanto Luciano Benício foi muito superior no primeiro assalto, chegando a conseguir um knockdown, Rafael Sobral equilibrou o duelo no segundo round e por pouco não chegou ao nocaute. No terceiro e decisivo round os atletas demonstraram cansaço, mas mantiveram o combate movimentado, com o equilibro imperando durante os cinco minutos. No final, os juízes laterais decidiram pela vitória e a conquista do cinturão por parte de Rafael Sobral de forma unânime.

- Eu já tinha feito uma luta com ele muito dura e sabia que não seria diferente dessa vez. Pensaria até em me aposentar se não vencesse essa luta, é muito difícil essa batalha diária que a gente vive. Estou na guerra há muito tempo e esse cinturão é uma realização e uma motivação para continuar lutando. Agora é trabalhar para defendê-lo - afirmou o novo campeão.

Retorno de Marlon Sandro ao Brasil dura pouco
O retorno de Marlon Sandro ao Brasil após oito anos atuando no exterior foi mais rápido do que o esperado. Aos 38 anos, o Gladiador, como ficou conhecido em sua passagem pelo Bellator MMA, venceu Wanderson Michel no round inicial após o atleta da BH Rinos sofrer uma lesão no ombro devido a uma queda aplicada por Marlon, o que obrigou o juiz a interromper o combate, decretando o nocaute técnico em duelo válido pela divisão dos penas (até 66,2kg). Esta foi a 26ª vitória na carreira do experiente atleta da Nova União e um dos líderes da equipe carioca.

Na co-luta principal da noite, Jafel Filho não precisou de mais de três minutos para vencer Erikson Faria em duelo de peso combinado até 59kg. Depois de um início equilibrado, o atleta da Nova União acertou um preciso direto na linha de cintura do oponente, que não resistiu e sucumbiu aos potentes golpes de Jafel forçando o juiz a interromper o duelo. O triunfo foi o oitavo na carreira do baiano de apenas 22 anos.

Nocautes espetaculares marcam lutas iniciais
Nas lutas que antecederam as três principais da noite os grandes destaques foram Mateus Santos, Felipe Avelar e Geraldo Cocão, que venceram Eric Panterinha, Yuri Andrey e James Menezes, respectivamente, com grandes nocautes. O primeiro acertou um chute alto antes do primeiro minuto de luta, protagonizando o duelo mais rápido da noite, enquanto Avelar resistiu a uma justa guilhotina no primeiro round e com um lindo cruzado despachou o oponente no assalto seguinte. Já Cocão encaixou um belo uppercut levando o adversário à lona já apagado ainda nos minutos iniciais.

Outro ponto alto da noite foi a consistente atuação de Thiago Siriguela ao superar Sergio Rios por nocaute técnico com um potente golpe na linha de cintura. O faixa-preta de jiu-jitsu Jurandir Sardinha confirmou o favoritismo diante de Luan Danger e venceu por finalização com uma chave de braço. Nos duelos que abriram o evento, Bruno Wallace superou Alessandro Churros com um belo mata-leão, enquanto Marcos Novaes despachou Luan Bulhões na decisão unânime dos juízes.

Shooto Brasil 59 - Resultados oficiais
Rafael Sobral venceu Luciano Benício por decisão unânime dos juízes laterais
Jafel Filho venceu Erickson Faria por nocaute técnico aos 2min e 12seg do primeiro round
Marlon Sandro venceu Wanderson Michel por nocaute técnico a 1min e 19seg do primeiro round
Mateus Santos venceu Eric Panteirinha por nocaute aos 46seg do primeiro round
Jurandir Sardinha finalizou Luan Danger com uma chave de braço aos 2min e 23seg do terceiro round
Felipe Avelar venceu Yuri Andrey por nocaute a 1min e 26seg do segundo round
Thiago "Siriguela" venceu Sergio Rios por nocaute técnico aos 2min e 19seg do segundo round
Bruno Walace finalizou Alessandro "Churros" com um mata-leão aos 3min e 06seg do segundo round
Geraldo "Cocão" venceu James Menezes por nocaute a 1min e 40seg do primeiro round
Marcos Novaes venceu Luan Bulhões por decisão unânime dos juízes laterais