Fedor

                         Fedor Emelianenko ficou com o rosto desfigurado após o primeiro round - (Foto: reprodução)

LANCE!
18/06/2016
10:15
São Petersburgo, Rússia

Ex-lutador do UFC, Fábio Maldonado travou uma batalha épica contra a lenda do MMA, Fedor Emelianenko e faltou muito pouco para o brasileiro não nocautear o russo, no Eurasia Fight Nights 50, realizado na última sexta-feira (17), em São Petersburgo, Rússia.

Fedor Emelianenko começa o primeiro round bem acelerado e aplica duas sequências de mãos que fazem o brasileiro balançar, mas Maldonado consegue sobreviver com uma boa guarda de boxe. Em pouco mais de um minuto de luta, o russo vem com tudo para cima, na terceira sequência e é acertado com um curto cruzado que o leva a knockdown.

No ground and pound, o paulista massacra Fedor, acertando duros golpes no rosto do rival, que mal consegue se defender. O russo consegue voltar de pé e sai cambaleando sendo caçado pelo brasileiro, que acelera o ritmo e não dá trégua. Em pé, Fábio acerta quase todos os socos que desfere em um Fedor praticamente nocauteado. O brasileiro literalmente espancou o Fedor no primeiro round, deixando o rosto do russo desfigurado. Cabia um 10 a 8 na contagem tranquilamente.

No segundo round, Emelianenko volta disposto a tirar o atraso sofrido e
encurrala o brasileiro, dessa vez combinando socos, com joelhadas no clinche. O brasileiro simplesmente parou na segunda parcial e levou um duro castigo, ficando com o rosto todo ensanguentado. No final do round, o paulista começa a reagir e volta a fazer o russo balançar com o seu boxe, mas perde claramente o round, apesar de não chegar perto de ser nocauteado e nem levar nenhum knockdown.

O último round foi bastante disputado, com os dois atletas exaustos e conectando bons golpes. A parcial poderia ter ido para qualquer lado, mas o fato de Fedor andar mais para frente e buscar mais o combate fez a diferença para que os juízes lhe dessem a vitória na decisão unânime. No entanto, quem chegou mais perto de terminar a luta foi o brasileiro, que agora acumula três derrotas consecutivas.