Brock Lesnar está de volta ao UFC

Astro do telecatch americano, Brock Lesnar já foi campeão dos pesados do Ultimate - (FOTO: divulgação UFC)

LANCE!
08/06/2016
10:35
Las Vegas (EUA)

Um dos maiores, senão o maior vendedor de pacotes pay per view da história do UFC, Brock Lesnar irá desfrutar de um privilégio que nem um outro lutador tem direito dentro da organização, em seu retorno ao octógono , após quase cinco anos de inatividade.

O gigante americano, que retorna no dia 9 de julho, diante de Mark Hunt não terá que se submeter a quatro meses de exames antidoping surpresa antes do UFC 200. A justificativa do Ultimate para tal regalia é de que falta praticamente um mês para o evento e que a regra que se aplica a todos, não se aplica ao peso-pesado.

O lutador está inscrito junto à USADA (agência que regula o antidoping do UFC) e, desde o dia 6 de junho, está sujeito apenas a exames antidoping dentro e fora do período de competição. 

Confira abaixo o comunicado oficial do Ultimate sobre o caso, publicado no site "Yahoo Sports" dos Estados Unidos.
"No dia 6 de junho de 2016, o peso-pesado do UFC, Brock Lesnar, foi registrado pela USADA no programa antidoping da organização. Como parte da política antidoping, o UFC pode garantir a um ex-lutador uma isenção à regra dos quatro meses de notificação por escrito em circunstâncias excepcionais ou quando a aplicação rigorosa dessa regra seja injusta a um atleta.

Como Lesnar competiu, pela última vez em 30 de dezembro de 2011, muito antes da implementação da política antidoping do UFC, ele está sendo tratado de forma semelhante a um novo atleta entrando na organização. Embora nós estivéssemos negociando com o lutador há algum tempo, ele precisava de autorização do WWE para competir no UFC 200 e só concordou com os termos e assinou o contrato da luta na última sexta-feira.

Portanto, Lesnar não estava apto a iniciar o programa antidoping antes. O Ultimate, no entanto, notificou Lesnar que, se ele assinasse com o UFC, teria que se submeter a todas as regras antidoping da organização. O atleta e seu manager já foram formalmente informados pela USADA sobre o programa, procedimentos e expectativas".

Na luta principal do UFC 200, que acontece em 9 de julho, em Las Vegas (EUA), o campeão dos meio-pesados Daniel Cormier defende o cinturão diante do desafiante Jon Jones.