LANCE!
24/04/2016
02:26
Las Vegas (EUA)

A luta principal do UFC 197, que aconteceu neste sábado, em Las Vegas (EUA), foi aguardada por fãs ao redor do mundo, mas não correspondeu as expectativas geradas. Em um duelo de cinco rounds, Jon Jones venceu Ovince St Preux na decisão unânime (triplo 50 x 45), se tornou o campeão interino dos meio-pesados do UFC e ainda recusou a peça logo após a luta, alegando estar em busca do "cinturão real".

A apresentação de Jones deixou muitos fãs ansiosos, mas o que se viu dentro do octógono foi um Jones com menos ritmo e variações em seu jogo. Talvez devido ao tempo longe do octógono, lutador demorou a entrar no ritmo do confronto, foi muito atingido pelo rival e não mostrou o conhecido ímpeto em busca do nocaute e da finalização, levando o triunfo no fim dos 25 minutos. 

- Acho que não quero o cinturão falso, eu quero o meu real. Acho que mostrei 20% do que posso, desculpe se vocês não estão satisfeitos. Espero poder enfrentar Daniel Cormier logo. Estava apenas assistindo (a luta) e imaginando algumas coisas que eu podia usar. Ele (Ovince) não estava mordendo a isca. Mentalmente eu pensei que estava uma droga, mas fisicamente poderia lutar mais dois rounds. Acho que me sinto melhor e me senti confiante e não queria isso como um aquecimento, mas quero lutar pelo cinturão e vai ser muito melhor. Estou animado para enfrentá-lo (Cormier). Vou voltar logo a treinar - afirmou, logo após o triunfo.

Após ficar mais de um ano sem lutar por conta das polêmicas em que se envolveu no ano passado, Jon Jones chegou a 22 vitórias e apenas uma derrota em sua carreira. Já Ovince St Preux, agora detém 18 triunfos e oito reveses em sua trajetória no MMA.

A LUTA
O duelo começou com Jones tomando o centro do octógono. O americano começou os trabalhos com um pisão no joelho, um chute rodado e um soco leve. Ovince buscava a aproximação, mas com dificuldade. Jones pareceu marcar a distância durante a primeira etapa, aumentando o volume dos golpes aos poucos. 

A segunda etapa contou com um equilíbrio maior. Jones seguiu cercando, mas Ovince conseguiu conectar dois diretos fortes que balançaram Jon. O fim do round contou com ataques mais acelerados e um chute rodado alto espetacular de Jones no rival.

O terceiro round também foi dominado por Jones, que seguiu atacando os joelhos de Ovince para fazê-lo andar para trás. O americano conectou bons socos e golpes rodados. Apesar de menos que no segundo round, porém, ele foi acertado algumas vezes por St Preux.

O quarto round foi mais agitado. Depois de mais movimentação e domínio do centro do cage, Jones conseguiu derrubar Ovince e trabalhar seu jogo de ground and pound com socos e cotoveladas. Ao final do assalto, depois de uma saraivada de golpes, Ovince parecia entregue e salvo pelo gongo.

A última etapa foi morna. Jones até derrubou o rival, mas não conseguiu trabalhar muito suas posições no solo. Em pé, Jon seguiu mais efetivo, apesar de demonstrar cansaço e menos força nos golpes. Ainda assim ele seguiu no controle da disputa.