LANCE!
31/03/2017
14:21
Rio de Janeiro (RJ)

No MMA, ser conhecido pelo poder explosivo de nocaute pode resultar em um rótulo de "lutador que não aguenta lutar por muito tempo". A força muitas vezes significa falta de resistência. É isso o que acontece com Anthony Johnson. Mas diante das provocações de Daniel Cormier, o americano se garante no que sabe fazer dias antes do UFC 210, que acontece em Buffallo, Nova York (EUA).

Johnson terá a segunda chance de se tornar campeão do UFC. E contra o mesmo rival. Depois de perder a chance em maio de 2015, contra o mesmo Cormier, o americano volta a encarar o rival no UFC 210, dia 8 de abril, em Buffalo, Nova York (EUA). 

- A maioria das pessoas da comunidade acredita que eu sou um lutador de um round porque a maioria das minhas lutas acabam no primeiro round. Eles formaram sua própria opinião, e tudo bem por mim. Não tenho nada a provar a ninguém, além de eu mesmo. Então se Cormier quer acreditar nisso e todo mundo acredita, isso é completamente tranquilo pra mim  - declarou Johnson, em conferência por telefone para promover o UFC 210.

Anthony Johnson encara Daniel Cormier em disputa de cinturão dos meio-pesados. No mesmo dia 8 de abril, em Nova York (EUA), Chris Weidman encara Gegard Mousasi pela categoria dos médios.