LANCE!
12/02/2017
02:46
Brooklyn (EUA)

Quando Ronaldo Jacaré aceitou encarar Tim Boetsch no UFC 208, que aconteceu neste sábado, o brasileiro sabia do perigo. E exatamente por isso o lutador mostrou a seriedade que é o selo de suas apresentações no octógono para garantir mais um triunfo no cartel com uma finalização aos 3m41seg do primeiro round via kimura. 


O brasileiro começou a luta cercando, estudando a movimentação do rival e fintando os primeiros golpes. Depois de trabalhar alguns socos, ele tentou a primeira derrubada, não conseguiu, mas na segunda tentativa levou o combate ao solo, onde trabalhou seu jogo de jiu-jitsu. Com a pressão de sempre, Jacaré logo encaixou uma kimura espetacular que fez o americano dar os três tapinhas e desistir do combate no primeiro round.

- Vim para ser o campeão, fiz o melhor e sou o melhor. Quero ser o próximo pelo cinturão. Vai ser pior, quanto mais tempo me deixar esperando ficarei melhor. Ninguém vai frustrar o meu sonho de ser o campeão. O Bisping é um desastre para a categoria, pois ele não quer lutar com ninguém - declarou o brasileiro, logo após a luta.

Com o resultado, Jacaré agora soma sete vitórias em oito lutas no octógono do UFC. O brasileiro segue vivendo a expectativa para ser o próximo desafiante ao título dos médios do Ultimate. Ele é o atual número três no ranking da categoria até 84kg.

Glover volta a vencer
Primeiro brasileiro a se apresentar pelo card principal do UFC 208, neste sábado, no Brooklyn, Nova York (EUA), Glover Teixeira não teve grandes dificuldades para superar Jared Cannonier. O brasileiro conseguiu dominar o rival com suas derrubadas e chegou perto de finalizar o rival diversas vezes, mas esbarrou na resistência do americano e garantiu o triunfo na decisão unânime dos juízes.