Gadelha

Claudia Gadelha protagonizou batalha de cinco rounds com Joanna Jedrzejczyk (FOTO: Divulgação/UFC)

Luis Fernando Coutinho
09/07/2016
13:10
Las Vegas (EUA)

Momentos após a derrota dentro do octógono em disputa de cinturão peso-palha feminino do UFC, nesta sexta-feira, Claudia Gadelha apareceu na coletiva pós-evento do TUF 23 Finale para comentar o revés. Magoada com o resultado, a brasileira soube reconhecer que teve pouca potência física e deixou claro sua opinião sobre a grande rival Joanna Jedrzejczyk.

Apesar dos elogios trocados no octógono, Gadelha esclareceu que respeita Joanna apenas como lutadora. Ela também enxerga uma terceira luta entre as duas no futuro. A rivalidade? Não vai acabar.

- Isso (a derrota) me faz mais faminta. Voltarei e a enfrentarei de novo. Não acabou (a rivalidade), nunca. Vou seguir em frente, as coisas que ela fez e disse no show foram muito desrespeitosas. Cresci na filosofia do jiu-jistu brasileiro e ela me desrespeitou, desrespeitou meus treinadores, não posso aceitar isso. Tem que ter respeito. Acho que é apenas mais uma luta, aprendo muito a cada luta. É apenas a segunda derrota da minha carreira. É como eu disse: é tudo sobre respeito. A respeito como oponente, mas não a respeito como pessoa. Queria mostrar as pessoas como ser uma campeã mundial. Você tem que ser respeitoso - afirmou a brasileira.

Sobre sua performance no cage, Gadelha acredita que venceu três rounds, mas admite que cansou durante a luta e perdeu seu ímpeto.

- Sim, eu cansei. Não sei... Estava lutando para ganhar, então no terceiro round senti meus braços cansados. Tentei lutar de volta, mas Joanna escapou muito bem. Foi isso que aconteceu. Acho que todo lutador melhora a cada luta. Ela melhorou como eu melhorei também e acho que sou melhor que ela tecnicamente. Se não fosse a condição física, poderia batê-la. Acho que ganhei os três primeiros rounds, mas chegou o quinto o meu córner falou que estava dois a dois, e isso me confundiu. Derrubei ela, mas não sei se a trocação dela foi melhor que a minha derrubada e o knockdown que eu dei - refletiu.