Felipe Silva

                        Cristiano Marcello estará no córner do estreante no UFC - (Foto: divulgação)

LANCE!
25/08/2016
15:23
Rio de Janeiro (RJ)

Os fãs da luta em pé estão próximos de ganhar um empolgante representante no UFC. Oriundo do muay thai, Felipe Silva estreia pela organização neste sábado, dia 27 de agosto, diante do canadense Shane Campbell no card preliminar do UFC on FOX 21, em Vancouver, no Canadá, e a expectativa é de um combate intenso na trocação. O Combate transmite o evento ao vivo, a partir das 17h (horário de Brasília).

Aos 32 anos, Felipe chega no UFC respaldado por um cartel profissional de sete lutas e sete vitórias, sendo cinco nocautes ainda no primeiro round, incluindo seu último desafio, contra o ex-atleta do UFC Anton Kuivanen, na casa do oponente, na Finlândia. No muay thai, o representante da CM System registra 23 lutas e 21 vitórias, sendo 16 por nocaute. Com o adversário de estreia no Ultimate também oriundo da trocação, o brasileiro não espera nada diferente de uma luta intensa.

- Essa luta vai ser incrível, ambos querem e precisam da vitória. Eu sou do muay thai, ele é do kickboxing, também tem a maioria das vitórias por nocaute. Teremos um grande combate pela frente, uma trocação insana, intensa. Analisei o jogo dele e vi que tem brechas em pé. Vou aproveitar essas oportunidades e pegar. Os fãs vão gostar. Vou nocautear - avisa o lutador natural de Juiz de Fora, em Minas Gerais.

Ao contrário do brasileiro, Campbell se prepara para sua quinta luta no UFC. Porém, os últimos resultados foram amargos. Em quatro combates, três derrotas, duas nos últimos compromissos. O canadense terá o apoio maciço da torcida local, mas Felipe não se preocupa com isso. Para o mineiro, inclusive, o fato pode pesar contra Campbell.

- Ele perdeu as últimas duas no UFC, sabe que está em perigo. Terá o apoio da torcida, mas isso pode virar contra ele, jogar uma pressão ainda maior para os ombros dele. É isso que espero e quero tirar proveito. Estou acostumado com pressão de torcida, venci o Kuivanen na casa dele, com a arena lotada torcendo por ele. Acredito que vou repetir o feito neste sábado - confia.

Para estrear na franquia da melhor maneira possível, Felipe Silva tratou de realizar um excelente camp de preparação. À vontade na luta em pé, ele foca diariamente na evolução no grappling, e os treinos com Cristiano Marcello e Marcelo Zulu garantem ao lutador um bom desempenho também na luta agarrada.

- Treinar com o Cristiano Marcello é um prazer. Ele tem um jiu-jitsu completamente voltado ao MMA, com ataques partindo de muitas posições e uma defesa muito forte também. No wrestling, o Zulu sabe tudo. É multicampeão brasileiro na modalidade, tem uma didática muito boa para ensinar, e tudo isso, somado ao meu jogo de trocação, me deixa bem confiante para lutar em qualquer área. Estou pronto para estrear e vencer no UFC - encerra Felipe.

Na luta principal do evento, o paulista Demian Maia enfrenta o americano Carlos Condit em luta que pode definir o próximo desafiante dos meio-médios.