LANCE!
29/12/2016
16:50
Rio de Janeiro (RJ)

A relação entre o UFC e Fabricio Werdum não parece nada boa. Dias depois de ficar de fora do UFC 207 devido a uma lesão de Cain Velásquez e desmentir Junior Cigano, que havia declarado ter se oferecido para enfrentá-lo antes de uma negativa do ex-campeão, o gaúcho foi desmentido pelo presidente do UFC Dana White.

Em conversa com a imprensa antes do UFC 207, Dana confirmou que a oferta de Cigano como substituto de Velásquez foi feita ao brasileiro, mas segundo o dirigente, Werdum teria pedido mais dinheiro para fechar o contrato.

- Werdum recusou duas lutas. (contra) Cigano, sim, ele recusou essa luta. Depois oferecemos uma luta com Alistair Overeem no Brooklyn, Nova York (EUA), e ele recusou também. Existem formas diferentes de se recusar uma luta. Posso ligar pra ele e perguntar: "Ei, você quer essa luta?", "Não, não quero essa luta", ou você pode dizer: "Sim (eu quero), por mais 800 mil dólares e uma parte das vendasde pay-per-view". Isso é recusar uma luta - declarou.

Fabricio Werdum estava escalado para encarar Cain Velásquez em revanche nesta sexta-feira, pelo UFC 207. O brasileiro vem de vitória contra Travis Browne e busca a recuperação do cinturão dos pesados, em posse de Stipe Miocic.