Luis Fernando Coutinho
24/03/2016
17:50
Rio de Janeiro (RJ)

A finalização de Nate Diaz em Conor McGregor no segundo round da luta principal do UFC 196, ocorrido no último dia 5 de março, em Las Vegas (EUA), sacudiu o mundo das lutas e provocou diversas reações. Uma delas veio de Fabricio Werdum, campeão dos pesados do UFC, que chamou o irlandês de "prostituta" em vídeo publicado logo após a queda do irlandês. A emoção do brasileiro foi real e ele coleciona motivos para isso.

Em entrevista ao LANCE!, o gaúcho explicou o que motivou sua reação ao ver McGregor sendo derrotado e avalia que o irlandês passou dos limites em sua postura diante das lutas no octógono.

- A emoção eu já mostrei. Estava sozinho em casa, minhas filhas dormindo e eu lá embaixo, assistindo sozinho. Foi aquilo ali mesmo. Quando ele (Conor) perdeu, fiz o vídeo para compartilhar. Quis mostrar que estava feliz mesmo. Ele é um cara que começou bem, falando bastante, fazendo o personagem dele, mas depois se emocionou, passou do ponto total. Falou de mim, do Jon jones, falou de uma galera, que bateria todo mundo em qualquer categoria... Ele vende bastante, mas mostrou que não é bem assim. Tem que respeitar os outros lutadores. Existe um respeito entre os lutadores. É um contra um e tem que respeitar, estava falando demais, disse que batia em Jesus Cristo, mexeu com religião, viajou, se emocionou. Ele mostrou que não é tudo isso. É bom na parte em pé, mas todo mundo viu o caminho pra vencer agora, que é pelo chão. Ele mostrou que não é tudo isso no chão. Já tínhamos visto isso contra o Chad Mendes, agora contra o Diaz - analisou Werdum, em conversa pelo telefone com o L!.


Segundo o campeão dos pesados, McGregor deveria retornar para a divisão dos penas e defender seu título dos penas em revanche contra José Aldo.

- Justo seria o Conor fazer uma revanche com o Aldo, algo tão esperado. Tem que ter revanche, foi uma luta de 13 segundos. Quando o cara mostra no jogo, batendo um ou dois ou três rounds, finaliza ou nocauteia, aí não tem que ter revanche. O Conor tem que voltar pra categoria dele e ficar quietinho. Tem que falar menos, estava demais. Ele tem muitos seguidores, mas a galera ficou ligada. Ele se preocupou comigo quando ganhou o prêmio de "melhor do ano" no Oscar do MMA. Como assim? Peixe morre pela boca. Ele mostrou a carinha dele lá. Nate Diaz não é um cara que sou fã, mas fiquei fã dele depois dessa. Adorei o que ele falou: "Não estou surpreso, filhos ..." (risos) - finalizou.

Fabricio Werdum volta ao octógono no dia 14 de maio, pelo UFC 198, em Curitiba, onde faz a luta principal em disputa de cinturão dos pesados contra Stipe Miocic. Vitor Belfort, Ronaldo Jacaré, Anderson Silva, Mauricio Shogun também estão confirmados no show.