Luis Fernando Coutinho
25/05/2016
17:31
Rio de Janeiro (RJ)

Enquanto não acerta seu retorno ao octógono do UFC, Conor McGregor é assunto no mundo das lutas por conta de um hipotético confronto com Floyd Mayweather no boxe. O irlandês já provocou o americano e recentemente o astro aposentado da nobre arte declarou que só voltaria a lutar se fosse contra o irlandês, o que reacendeu a empolgação dos fãs. Mas, para o brasileiro Esquiva Falcão, boxeador profissional invicto com 14 vitórias em 14 lutas e medalhista de prata nas Olimpíadas de Londres, em 2012, um duelo entre de Floyd com Conor seria "burrice".

Segundo o lutador, que tem sua próxima luta esperada para outubro, ainda sem detalhes confirmados, Mayweather tem muito a perder com um confronto com Conor.   

- Eu acho que é muita idiotice. Porque cada um é de um esporte diferente. Se a luta acontecer, Floyd tem muito a perder. Não tem motivo para lutar com o Conor. Não tem mais o que mostrar, já mostrou que é o melhor boxe do mundo. Ele tem muito a perder e o Conor muito a ganhar. Mas acho que essa luta não vai acontecer. Conor tem contrato com o UFC e é uma jogada de mídia. Se acontecer acho que é burrice do Floyd, ele não precisa disso - avaliou Esquiva, em conversa por telefone.

Apesar da desconfiança em relação ao duelo, Falcão deu seu palpite caso o combate aconteça no ringue.

- Se acontecer, a vitória vai ser do Floyd. Acho que o McGregor precisa de, no mínimo, três anos para poder lutar boxe profissional. Tem que treinar, pegar lutas profissionais, ter um cartel para fazer experiência, sentir o que é o boxe, é bem diferente do MMA. Ele precisa de três anos de treino e luta para entrar na luta e poder enfrentar o Floyd. Não digo nem esse tempo para poder vencê-lo. Ele precisa de três anos para ter condições de enfrentar mesmo. Conor precisa de três anos com adversários duros e difíceis para enfrentar alguém. Acho que isso tudo é uma jogada de mídia do McGregor - ponderou o atleta.