icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/08/2015
15:38

A proibição da prática de utilizar o soro intravenoso após a pesagem ainda rende uma discussão entre os lutadores e suas equipes. Um dos que mais criticou a nova ação foi o campeão dos penas José Aldo, que se mostrou insatisfeito com essa negativa. No entanto, segundo o com o vice-presidente de Saúde e Performance dos Atletas, Jeff Novitzky ele teve uma conversa com o brasileiro e essa polêmica ficou toda esclarecida.

O dirigente diantou que o atleta da equipe Nova União pediu desculpas pela declaração e afirmou que sua intenção não era polemizar. O detentor do título linear do Ultimate, inclusive, admitiu que no dia não estava de bom humor e isso motivou suas duras palavras.

- Conversamos com o (José) Aldo sobre esse assunto, quando fomos ao Brasil recentemente, e ele disse que estava brincando, que estava em um dia de mau humor e falou sem pensar. Ele pediu desculpas por ter falado daquela maneira e eu fiquei bem feliz com resultado dessa conversa com ele - afirmou o dirigente, em entrevista ao programa "Joe Rogan Experience".

No próximo dia 12 de dezembro, José Aldo encara o irlandês Conor McGregor, pela unificação dos cinturões dos penas, no duelo principal do UFC 194, em Las Vegas (EUA).



A proibição da prática de utilizar o soro intravenoso após a pesagem ainda rende uma discussão entre os lutadores e suas equipes. Um dos que mais criticou a nova ação foi o campeão dos penas José Aldo, que se mostrou insatisfeito com essa negativa. No entanto, segundo o com o vice-presidente de Saúde e Performance dos Atletas, Jeff Novitzky ele teve uma conversa com o brasileiro e essa polêmica ficou toda esclarecida.

O dirigente diantou que o atleta da equipe Nova União pediu desculpas pela declaração e afirmou que sua intenção não era polemizar. O detentor do título linear do Ultimate, inclusive, admitiu que no dia não estava de bom humor e isso motivou suas duras palavras.

- Conversamos com o (José) Aldo sobre esse assunto, quando fomos ao Brasil recentemente, e ele disse que estava brincando, que estava em um dia de mau humor e falou sem pensar. Ele pediu desculpas por ter falado daquela maneira e eu fiquei bem feliz com resultado dessa conversa com ele - afirmou o dirigente, em entrevista ao programa "Joe Rogan Experience".

No próximo dia 12 de dezembro, José Aldo encara o irlandês Conor McGregor, pela unificação dos cinturões dos penas, no duelo principal do UFC 194, em Las Vegas (EUA).