LANCE!
07/10/2016
18:31
Manchester (ING)

Em tempos onde lutadores aparecem cada vez mais pedindo "lutas do dinheiro", superlutas e confrontos que podem render grandes bolsas, ainda existem atletas mais interessados nas conquistas esportivas, como ter a chance de ganhar um título mundial. Este é o caso de Demian Maia, segundo o discurso do próprio nesta sexta-feira.

O brasileiro foi convidado para participar de uma sessão de perguntas e respostas em Manchester (ING), logo após a pesagem oficial do UFC 204, que acontece neste sábado. Questionado se gostaria mais de enfrentar Nick Diaz ou Georges Saint Pierre em uma superluta ou disputar o cinturão do UFC, o paulista foi direto.

- Acho que sou o próximo pelo cinturão, não há mais ninguém. É tão difícil esperar... Eu estou pronto para ser campeão, seja contra Tyron Woodley ou Stephen Thompson. Estou sempre focado no cinturão. Já pensei nisso (uma possível superluta com GSP). Mas eu não me importo com dinheiro. Quero lutar pelo título. Se eu não tiver escolha... Temos uma missão nessa vida. Acredito que tenho a missão de trazer o jiu-jitsu para a grande audiência. Não estou nesse esporte por dinheiro, não comecei a lutar por isso. Claro que somos profissionais e precisamos disso, mas meu objetivo principal é conquistar o cinturão e é por isso que luto - garantiu.

Depois de finalizar Carlos Condit, em agosto, Demian Maia vive a expectativa de disputar o cinturão dos meio-médios do UFC contra o vencedor do confronto entre Tyron Woodley e Stephen Thompson.