Cyborg encarada com Lina Lansberg

         Cris Cyborg tem feito lutas em peso casado até 63,5kg no octógono do UFC (FOTO: Reprodução/UFC)

LANCE!
16/10/2016
11:39
Rio de Janeiro (RJ)

A criação de uma divisão peso pena feminino é uma questão levada ao presidente do UFC Dana White desde que Cris Cyborg ganhou notoriedade e começou a fazer desafios a Ronda Rousey publicamente. Mas o movimento não é tão simples assim.

Segundo o presidente do UFC Dana White, em participação no programa não existem meninas o suficiente para compor uma categoria até 65,8kg. Ele respondeu a declaração recente de Cyborg, que afirmou não ter uma divisão no UFC por não ter "loira de olhos azuis", fazendo referência a rival.

- Não temos um cinturão na divisão peso-pena. Não temos aquela divisão de peso para (Cris) Cyborg porque não existem mulheres o suficiente para abrirmos uma divisão. Eu tomo conta do negócio, eu sei o que está acontecendo. Ela pode falar a besteira que quiser, eu é quem sei - declarou Dana, sendo direto, em trecho reproduzido pelo Combate.com.

Cris Cyborg é atleta natural da divisão até 65,8kg. Enquanto isso, Ronda Rousey é atleta da categoria até 61,2kg. A diferença no peso é a principal barreira para fazer a superluta acontecer.