Luis Fernando Coutinho
08/07/2016
07:30
Las Vegas (EUA)

Passado o "furacão" e tomada a decisão, o presidente do UFC Dana White explicou alguns detalhes em relação a entrada de Anderson Silva no duelo com Daniel Cormier no UFC 200, neste sábado, em Las Vegas (EUA), após a saída de Jon Jones do show devido ao novo flagra no doping em flagrante conduzido pela Usada (Agência Antidoping dos Estados Unidos). 

ASSISTA AO UFC 200 AO VIVO

O dirigente esclareceu que Anderson foi o primeiro lutador a procurá-lo para ingressar no UFC 200. Além dele, Dan Henderson e Gegard Mousasi também pediram pela oportunidade de enfrentar Cormier no show deste sábado.

- Ontem, depois do choque da notícia de Jones, Anderson Silva, Dan Henderson e Gegard Mousasi me ligaram para fazer a luta com Cormier. Cada um ofereceu alguma coisa diferente. Hendo ligou, aprecio isso, mas temos planos para ele, e Gegard já tem uma luta marcada no card. Anderson queria a luta também. Muitas pessoas se uniram, muitos médicos o examinaram, o liberaram e ele vai enfrentar Daniel Cormier no UFC 200. Ele passou por todos, todos os testes necessários para se poder lutar. Tudo em um dia. Isso é louco - detalhou o mandatário, em coletiva de imprensa.

Boom!! @dc_mma vs @spiderandersonsilva ITS ON!!! #UFC200

Uma foto publicada por ufc (@ufc) em


Dana ainda divulgou que Daniel queria o duelo com Spider em um peso casado até 95kg, mas a ideia foi recusada por Anderson. O duelo, que acontece pelos meio-pesados (até 93kg), terá três rounds.

- Bem, serão três rounds de luta. Falamos disso. Se fossem cinco rounds, seria pelo cinturão, mas Anderson entrou de última hora. Tivemos de concordar com algumas coisas. Anderson está dando a chance de Daniel lutar e fazer dinheiro no UFC 200. Toda a pessoa que falei gostou da ideia de ter Anderson contra Dormier. Daniel queria a luta em peso casado, nos 95kg, mas Anderson não quis - explicou.

Sem deixar o lado promocional de lado, Dana White lembrou que as últimas atuações de Spider nos meio-pesados foram memoráveis e lembrou a "máxima" de que "tudo pode acontecer" no octógono.

- É uma luta interessante e intrigante. Anderson está invicto nos meio-pesados. Ele sempre parece demais na divisão. Acabamos de presenciar uma luta que acabou no 1º round (Eddie Alvarez x Rafael dos Anjos) Tudo pode acontecer nesse esporte, tudo é possível nesse esporte - concluiu.

Confira as lutas do UFC 200
Daniel Cormier x Anderson Silva
Brock Lesnar x Mark Hunt
Miesha Tate x Amanda Nunes
José Aldo x Frankie Edgar
Cain Velásquez x Travis Browne
Card preliminar
Cat Zingano x Julianna Peña
Johny Hendricks x Kelvin Gastelum
TJ Dillashaw x Raphael Assunção
Sage Northcutt x Enrique Marin
Diego Sanchez x Joe Lauzon
Gegard Mousasi x Thiago Marreta
Jim Miller x Takanori Gomi