LANCE!
01/12/2015
11:23
Rio de Janeiro (RJ)

O retorno de Jon Jones ao octógono ainda é distante, mas vem sendo debatido frequentemente. Isso porque a volta do americano será um acontecimento histórico no mundo das lutas. Depois de apontar em publicação no Instagram que deve voltar a lutar em abril, mês que o Ultimate programa um show no Madison Square Garden, em Nova York, no dia 23, o ex-campeão confessou não ter certeza a respeito do sonho e agora terá de lidar com a resistência de Daniel Cormier, atual campeão da categoria.

Em entrevista ao programa The MMA Hour, Cormier voltou a comentar a ideia de fazer a revanche com o rival em Nova York e reforçou que o desejo não será fácil como a organização espera por não achar justo. 

- Dei ao UFC algumas datas que estou inclinado a aceitar. Talvez vocês saibam sobre algo em breve. Tomarei minha decisão como campeão o quanto antes, vou deixar apenas desse jeito - explicou o campeão, que ainda recordou uma atitude do passado de Jones para se defender.

- Jon foi completamente contra (fazer uma revanche com Alexander Gustafsson na Suécia). Ele disse: "Sou o campeão, deveria decidir onde quero lutar". É a mesma situação. Não entendo como ele quer me julgar de forma diferente. Mais uma vez, isso é Jon sendo Jon - concluiu.

O UFC ainda não se pronunciou sobre a ideia de fazer uma revanche entre os lutadores no octógono ou a respeito de uma possível data.