LANCE!
14/09/2017
11:29
Rio de Janeiro (RJ)

Após o anúncio de que está de volta ao posto de campeão dos meio-pesados, Daniel Cormier comentou a situação de Jon Jones, que foi flagrado num exame antidoping pela terceira vez, agora por uso de esteroides. Para o americano, o novo doping de Jones é como uma "sentença de morte".

Em participação no programa UFC Tonight, Cormier, campeão dos meio-pesados, avaliou o ocorrido com Jones e ponderou a respeito do erro de Jones.

- Esta é uma sentença de morte. Se isso faz o que diz, é uma sentença de morte. Esta é uma droga muito cara, não será facilmente encontrada em um suplemento. Tenho estado no programa da USADA há 12 anos. Nunca tive esse problema. Se foi um erro na primeira vez, você deve ter mais cuidado, especialmente com todo o escrutínio que estava com ele voltando de uma suspensão. Você precisa ser cauteloso e cuidadoso. Esperar que as pessoas entendam mais é simplesmente ridículo (...) Não se trapaceia nesse esporte, não se engana os fãs. Vou aceitar o cinturão, pois ele ferrou com tudo mais uma vez - avaliou Cormier.


Cormier foi derrotado por Jon Jones via nocaute em revanche ocorrida no UFC 214, no último dia 29 de julho. Jones foi flagrado em antidoping realizado no dia anterior ao combate por uso de turinabol, substância proibida pelo programa antidoping da Usada (Agência Antidoping dos Estados Unidos).