woodley conor

                     Lutadores se encontram nos batidores do Ultimate - (Foto: reprodução)

LANCE!
01/11/2016
15:48
Rio de Janeiro (RJ)

Campeão dos meio-médios do UFC, Tyron Woodley faz sua primeira defesa de cinturão diante de Stephen Thompson, no dia 12 de novembro, em Nova York (EUA), no mesmo card em que Eddie Alvarez e Conor McGregor fazem a luta principal pelo título dos leves.

Caso o irlandês, que é o atual campeão dos penas, conquiste o cinturão na categoria dos leves, Tyron Woodley o aconselhou a não se empolgar e achar que pode disputar o título dos meio-médios, onde o americano é campeão.

- Penso que o Conor é um cara inteligente e sabe que lutar comigo não será bom para a saúde dele. Não vejo ele querendo essa luta. Vejo ele renunciando o cinturão dos penas e defendendo o título dos leves algumas vezes e fazendo uma super luta eventualmente. Ele não deveria subir para os meio-médios após o UFC 205 - disse Woodley, ao site "BJ Penn".

No entanto, caso o irlandês conquiste o cinturão dos leves e queira se aventurar na categoria de cima, Woodley se mostrou disposto ao desafio, apesar de confessar de que não se seria orgulhoso em derrotá-lo.

- Ele não teria nenhuma vantagem sobre mim. Mas se nós dois sairmos vitoriosos de nossas lutas e ele quiser subir para me enfrentar, faz sentido. Mas eu me sentiria mal por bater um peso-pena. Eu faria um caminhão de dinheiro, mas não é a situação onde eu andaria com o peito estufado após derrotá-lo - encerrou.

É válido ressaltar que as duas últimas lutas de McGregor foram realizadas na categoria dos meio-médios, ambas contra Nate Diaz, onde o irlandês acumulou uma derrota e uma vitória.