LANCE!
14/07/2017
10:37
Rio de Janeiro (RJ)

Nesta semana, a contratação de Gegard Mousasi pelo Bellator, surpreendeu o mundo do MMA. O ex-lutador do UFC ainda nem estreou no cage circular, mas já chamou a atenção do campeão Rafael Carvalho. Para o brasileiro, o novo contratado do Bellator não pode estrear já disputando o cinturão. 

Em entrevista ao programa "The MMA Hour", Rafael afirmou que não concorda com uma possível chance imediata de título para Mousasi.

- Não acho certo ter Mousasi lutando pelo título imediatamente. Ele deve lutar uma ou duas vezes para provar que ele merece essa chance. Seria desrespeitoso com outros lutadores que estão competindo por suas oportunidades na divisão. Isso seria injusto. Se Bellator fizesse isso, seria o mesmo que o UFC faz com outros lutadores, e isso não é legal - afirmou o campeão dos médios.

Proud to announce the signing of top middleweight Gegard @Mousasi to #BellatorMMA! Details in BIO

Uma publicação compartilhada por Bellator MMA (@bellatormma) em


Rafael Carvalho revelou que já assinou o contrato para a sua próxima defesa de título no Bellator. O brasileiro irá enfrentar Alessio Sakara em card na Itália.

- O plano continua o mesmo. Assinei o contrato hoje para lutar contra Alessio Sakara em dezembro, então está pronto- revelou o brasileiro.

O campeão também já projetou um possível encontro com Gegard Mousasi. Para Rafael, no começo de 2018, ele e o armênio devem se enfrentar.

- O MMA é um mundo pequeno. Eu não posso lutar contra ele hoje, mas eu posso lutar com ele dentro de dois dias. O Bellator já está fazendo planos para 2018, e vou lutar contra ele no início do ano que vem. Lutaremos o mais rápido possível. Isso depende da promoção. Meu trabalho é entrar e lutar - encerrou.

Com um cartel de de 14 vitórias e uma derrota, Rafael Carvalho está invicto no Bellator e já possui duas defesas de título na organização.

Gegard Mousasi ostenta um vasto cartel no MMA, com 42 vitórias , seis derrotas e dois empates, o ex-campeão do Strikeforce não entrou em acordo com o UFC e assinou contrato com o Bellator no começo dessa semana.