Luis Fernando Coutinho
09/11/2017
13:19
Rio de Janeiro (RJ)

Após a vitória arrasadora no UFC 217 e a entrada no ranking oficial da categoria dos médios, Paulo Borrachinha sabe muito bem o que quer de seu futuro. De olho no título do UFC, ele desafiou Derek Brunson para um duelo no octógono, mas recebeu uma negativa do americano, que chegou a insinuar que o brasileiro costuma se dopar. Borrachinha acredita que tal atitude representa um sinal de medo. 

Em entrevista ao LANCE!, o peso-médio explicou o desafio ao atual sexto colocado no ranking da divisão e reagiu à negativa do americano, que ainda sugeriu o uso de doping por parte de Borrachinha.


- Ficou evidente com essa declaração que ele está tirando o dele da reta, está com medo de fazer essa luta. Ele não tem vontade de fazer essa luta porque sabe que vai tomar um pau. Ele inventou essa desculpa de que estou tomando "bomba". Somos testados o tempo todo. É uma desculpa sem pé nem cabeça de quem está desesperado para tirar o seu da reta. Ele é um medroso, é um frouxo. Muito frouxo mesmo. Não tem nem o que falar. Se ele falasse que não queria a luta porque não estou ranqueado, eu falaria “tudo bem, você tem razão”. Mas a desculpa que ele usou é de quem está peidando, de quem está querendo sair fora - comentou, em conversa por telefone.

O brasileiro ainda revelou que a ideia de desafiar Brunson partiu de um de seus treinadores, Eric Albarracin, que também trabalha com Lyoto Machida, que foi derrotado por Brunson por nocaute na luta principal do UFC São Paulo, no último dia 28 de outubro.

- O Eric Albarracin (técnico de wrestling) estava com o Lyoto Machida no UFC Sâo Paulo, e ele veio e disse que era uma boa desafiar o Brunson. “Ele está em sexto no ranking, nocauteou o Lyoto e seu jogo tem tudo para ganhar dele. Ele vai pra trocação também. Ele deu a sugestão e achei muito boa - contou.

Aos 26 anos, Paulo Borrachinha soma 11 vitórias em 11 lutas no MMA e é atualmente o 15º colocado no ranking ficial do UFC. O brasileiro acumula três vitórias por nocaute desde que estreou no UFC, em março.