Bisping sai do octógono com o cinturão dos médios

                     Michael Bisping não poupa críticas aos lutadores que são pegos no doping - (FOTO: UFC)

LANCE!
11/08/2016
12:07
Rio de Janeiro (RJ)

Atual campeão dos médios do UFC, Michael Bisping teve um longo caminho a percorrer até afivelar o cobiçado cinturão. O inglês é o atleta com o maior número de lutas (26) e vitórias (19) dentro da organização americana.

Campeão do TUF 3, Michael Bisping precisou de mais de dez anos competindo pelo UFC até ter uma chance pelo cinturão e não desperdiçou quando ela apareceu, nocauteando Luke Rockhold ainda no primeiro round.

Em um artigo escrito para o "Champions.co", o inglês garantiu que a chegada da USADA (Agência Antidopagem Americana) ao UFC e o seu título não são mera coincidência.

- Estive por aqui todo esse tempo, evoluí bastante e meus treinadores tem trabalhado muito comigo para eu chegar onde cheguei. No entanto, a chegada da USADA e eu me tornando campeão, não é apenas uma coincidência. Existe uma razão para isso - disse o inglês, emendando.

- Todos sabem minha postura com relação ao doping e isso não mudou nenhum pouco. Os irmãos Diaz disseram que todos usam esteroides, mas obviamente ainda existem alguns como eu que não usam. No entanto, estou ligado no que eles estão dizendo. Acredito que a maioria dos atletas usa alguma coisa - encerrou.

Apesar de o UFC ainda não ter anunciado oficialmente, Bisping já declarou que a sua primeira defesa de cinturão será diante do veterano Dan Henderson, em luta que acontece no dia 8 de outubro, em Manchester, na Inglaterra.