Jéssica Andrade, Claudia Gadelha

J. Andrade (amarelo) superou Claudinha no Japão Divulgação UFC

LANCE!
23/09/2017
10:29
Saitama (JAP)

O duelo entre Jéssica Andrade e Claudia Gadelha pode ter sido apenas o co-main event do UFC Japão, mas as duas roubaram a cena com uma das melhores lutas da história do MMA feminino. No fim das contas, a força de Andrade venceu a técnica de Gadelha. 

Bate-Estaca, que vinha de derrota para a campeã peso palha Joanna Jedrzejczyk, se credenciou novamente a disputar o cinturão ao superar a número um do ranking. Após a luta, porém, Andrade evitou desafiar a dona do cinturão.

O primeiro round da luta começou com Gadelha impondo sua técnica apurada em pé e acertando golpes duros na adversária. Aos poucos, porém, Bate-Estaca entrou na luta e virou o assalto com uma queda e ground and pound duros.

No segundo assalto, Claudinha entrou mais cansada e acabou sendo dominada. No fim, encaixou uma guilhotina, mas não teve tempo de finalizar. O terceiro round foi de maior domínio de Jéssica, que conseguiu uma queda e brutalizou a oponente no ground and pound, com duros golpes no corpo e na cabeça.

Okami é derrotado na reestreia

Após o clássico entre Jéssica e Claudinha, o UFC Japão teve, como luta principal, o retorno de Yushin Okami, que substituiu Mauricio Shogun contra Ovince Saint-Preux.

Porém, a volta do japonês, ex-desafiante ao título do peso médio, foi curta: ele acabou finalizado com um Von Flue choke com menos de dois minutos de combate.

Foi a terceira vez que OSP encaixou a mesma finalização e, após o combate, o haitiano admitiu ter se surpreendido com a facilidade com a qual encaixou a posição em um veterano como Okami.