icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/08/2015
18:32

O UFC 190, realizado no dia 1º de agosto, no Rio de Janeiro, e que contou com Ronda Rousey e Bethe Correia como luta principal, que teve a vitória da americana por nocaute, com 34 segundos do primeiro round, alcançou um número surpreendente. O show superou a marca de mais de 900 mil vendas de pay per views.

Até o momento, esse foi o maior número de vendas de um evento da organização no ano. Essa marca, inclusive, superou a do UFC 168, em dezembro de 2013, que teve o segundo confronto entre Chris Weidman e Anderson Silva, pelo cinturão dos médios. Além deste duelo, o evento também contou com Ronda Rousey contra Miesha Tate, pelo título dos galos.

A expectativa da franquia neste ano ainda é superar esta marca. Isto porque, até o fim do ano, a organização vai realizar mais eventos por cinturão, incluindo o UFC 194, que terá José Aldo x Conor McGregor, pelo título dos penas, e Chris Weidman e Luke Rockhold, pelo cinturão dos médios.

O maior número da história da franquia de vendas até o momento foi UFC 100, com mais de 1 milhão e 600 mil pay per views vendidos. O show contou com o duelo entre Brock Lesnar e Frank Mir, pelo título dos pesados, e Georges Saint-Pierre e Thiago Alves, pelo cinturão dos meio-médios.


O UFC 190, realizado no dia 1º de agosto, no Rio de Janeiro, e que contou com Ronda Rousey e Bethe Correia como luta principal, que teve a vitória da americana por nocaute, com 34 segundos do primeiro round, alcançou um número surpreendente. O show superou a marca de mais de 900 mil vendas de pay per views.

Até o momento, esse foi o maior número de vendas de um evento da organização no ano. Essa marca, inclusive, superou a do UFC 168, em dezembro de 2013, que teve o segundo confronto entre Chris Weidman e Anderson Silva, pelo cinturão dos médios. Além deste duelo, o evento também contou com Ronda Rousey contra Miesha Tate, pelo título dos galos.

A expectativa da franquia neste ano ainda é superar esta marca. Isto porque, até o fim do ano, a organização vai realizar mais eventos por cinturão, incluindo o UFC 194, que terá José Aldo x Conor McGregor, pelo título dos penas, e Chris Weidman e Luke Rockhold, pelo cinturão dos médios.

O maior número da história da franquia de vendas até o momento foi UFC 100, com mais de 1 milhão e 600 mil pay per views vendidos. O show contou com o duelo entre Brock Lesnar e Frank Mir, pelo título dos pesados, e Georges Saint-Pierre e Thiago Alves, pelo cinturão dos meio-médios.