LANCE!
23/03/2016
11:26
Rio de Janeiro (RJ)

Maior organização de MMA do mundo, o Ultimate recebeu uma grande notícia na noite desta terça-feira. Depois de oito anos de tentativas e campanhas, o MMA, enfim, foi aprovado pela Assembleia Legislativa de Nova York. Agora a liberação da prática da modalidade no esporte fica apenas pela assinatura de Andrew Cuomo, governador do estado, que já sinalizou a autorização caso o pedido chegasse até ele.

Nova York era o único dos 50 estados americanos que ainda considerava ilegal a prática do MMA. O resultado foi festejado pelos dirigentes do UFC e do Bellator. Lorenzo Fertitta emitiu um comunicado no site oficial do Ultimate. 

- Este tem sido um tempo longo para chegar e em nome de nossos atletas nova iorquinos, o UFC e os fãs , eu quero agradecer de coração a Speaker Heastie, líder Morelle e todos os membros da Assembleia - democratas e republicanos - que votaram esta lei. Joe Morelle tem trabalhado incansávelmente para educar seus colegas e construir o apoio para a legalização do MMA profissional e regulamentação do MMA profissional e amador . Ele tem trabalhado de perto com o senador Joe Griffo , que conduziu este esforço no Senado, onde o projeto foi aprovado com forte apoio bipartidário para os últimos sete anos, e os fãs de MMA devem uma enorme dívida de gratidão - declarou o dono do Ultimate, no site oficial da organização.

A expectativa é que o UFC realize quatro eventos em Nova York nos próximos três anos. Em 2014 e 2015, a franquia chegou a reservar datas no Madison Square Garden, mas a legalização do MMA no estado esbarrou na Assembleia Legislativa e frustrou tais planos. A ideia do UFC é fazer seu primeiro evento no estado entre novembro e dezembro desse ano.

Jon Jones e Chris Weidman, ambos nascidos em Nova York, têm sido bastante vocais a favor da legalização do esporte no estado.