Wilson Reis

              Wilson Reis venceu três de suas última quatro lutas dentro do Ultimate - (Foto: UFC)

Erik Engelhart
27/07/2016
17:03
Rio de Janeiro (RJ)

O brasileiro Wilson Reis foi anunciado como o próximo desafiante do campeão dos moscas do UFC, Demetrious Johnson, em luta que aconteceria no próximo sábado (30), em Atlanta (EUA), mas viu seu sonho ser adiado já que o campeão se lesionou.

Johnson foi cortado do UFC 201 e só retorna no final do ano, quando fará a defesa de cinturão contra o vencedor do reality show The Ultimate Fighter 24. Assim, Wilson perdeu a chance de disputar o título e foi parar no card preliminar do UFC 201, agora, contra o estreante Hector Sandoval.

Em entrevista exclusiva ao LANCE!, o brasileiro revelou que não teria a opção de esperar por uma disputa de cinturão e por isso resolveu permanecer no card do evento, independente do adversário.

- Realmente foi uma notícia dura, saber que eu ia lutar contra o melhor peso por peso do mundo e agora vou pegar um estreante. É meio frustrante, mas já superei, já passou essa fase, agora é bola para frente e ir em busca da vitória. Não tive opção, tive que aceitar essa luta, até porque venho de um treinamento muito forte decidi seguir em frente. Perdi uma oportunidade, mas outras virão. Tentamos arrumar uma outra data, mas como o vencedor do TUF 24 vai receber a chance de lutar pelo título, essa possibilidade foi descartada - disse Reis.

Com três vitórias em suas últimas quatro lutas, Wilson Reis contou também que o lado financeiro pesou em sua decisão e projetou de maneira bem racional o seu novo caminho para reconquistar uma chance pelo cinturão dos moscas.

- Não faz sentido eu ficar sentado esperando uma nova chance pelo cinturão cair do céu. Também pesou a questão financeira nessa decisão, além do que não vou jogar no lixo três meses de preparação. Minha ideia é ganhar bem do Hector e depois pegar o cara mais bem ranqueado da categoria para conquistar meu direito de disputar o título novamente. Ele não tem nada a perder, mas estou preparado e vou vencer. Vou ganhar bem dele. Podem esperar que vou estar preparado e vou cair pra dentro - encerrou.

Na luta principal do UFC 201, Robbie Lawler defende o cinturão dos meio-médios diante do desafiante Tyron Woodley.