Amanda Nunes encara Valentina Shevchenko neste sábado, pelo UFC 196 (FOTO: Divulgação)

                      Amanda Nunes encara Valentina Shevchenko neste sábado, pelo UFC 196 (FOTO: Divulgação)

Luis Fernando Coutinho
03/03/2016
12:11
Rio de Janeiro (RJ)

O UFC 196, que acontece neste sábado, em Las Vegas (EUA), representa muito para uma brasileira. Aos 27 anos, Amanda Nunes, atual número quatro no ranking da divisão peso-galo feminino do evento, encara Valentina Shevchenko de olho em uma chance pelo título da categoria contra a vencedora de Holly Holm x Miesha Tate, que acontece na mesma noite.

Confiante no triunfo e que será a próxima na fila pelo cinturão, a baiana falou em entrevista ao LANCE! por telefone, revelou não ter promessa alguma da organização em relação a chance pelo título em caso de resultado positivo, mas enumera os pontos que "garantem" sua chance.

ASSISTA AO UFC 196 AO VIVO

- A organização não me falou nada, mas pelo que penso, com certeza serei a próxima pelo cinturão depois dessa luta, caso a Ronda (Rousey) não volte. Na categoria, todas as meninas já lutaram com a Ronda pelo cinturão. A única que não lutou pelo título fui eu. EU mereço. Estou vindo de duas vitórias, isso me dá o crédito e vou fazer de tudo para que isso permaneça assim. Mesmo sem finalização a vitória já me garante. Mas vou a todo momento procurar a finalização - explicou.

No mesmo show que Amanda volta a atuar, Conor McGregor, maior astro do Ultimate na atualidade, encara Nate Diaz na luta principal. Questionada se seria capaz de adotar um estilo parecido com o do irlandês para garantir a chance pelo título, a brasileira fez suspense.

- Vamos ver depois que eu finalizar, vamos ver o que passa pela minha cabeça. Agora, sem adrenalina, não sei. Vamos ver, quem sabe? (risos) - afirmou.

Sobre o duelo contra Valentina Shevchenko, Amanda mostrou tranquilidade antes de pisar no octógono e confiança.

- (A luta) vai ver boa na trocação e no jiu-jitsu. A qualquer momento vou levar para o chão e botar em prática o jiu-jitsu. Se tiver trocação, será uma luta boa. Vamos ver no desenrolar da luta, estou preparada para tudo. Estou sem lesão e só esperando a hora - afirmou.