Luis Fernando Coutinho
28/07/2016
12:38
Rio de Janeiro (RJ)

Seleção mais prestigiada do boxe olímpico, Cuba tem feito a parte final de sua preparação para as Olimpíadas Rio-2016 na Tijuca, mais precisamente na Academia Delfim, respeitado centro da nobre arte carioca. O LANCE! acompanhou a atividade que contou com diversas seleções treinando em conjunto e a presença do campeão interino dos penas do UFC, José Aldo, no fim do treinamento.

Depois de sessões de aquecimento, sparring (simulação de luta) e movimentação no saco de bater, os atletas de Cuba, que contavam com a maior delegação na academia, contando com atletas, preparadores físicos, treinadores e outros membros da comissão técnica, posaram para fotos ao lado de José Aldo, que visitava a academia para ver seu treinador de boxe, Isidoro Nicolas, ex-treinador da seleção cubana de boxe, hoje treinador e professor da academia Delfim.

- Eles são os tops hoje em dia. Acho que o boxe americano e o cubano são os melhores. O boxe ajuda bastante no MMA. Ajuda na movimentação, treino muito isso com o Isidoro, é bom poder beber direto da fonte. Só temos a ganhar com isso. Cuba é um exemplo nas Olimpíadas. Se o Brasil seguir a escola cubana vai conquistar muitas medalhas. Só temos a aprender com eles. O boxe cubana é uma escola tradicional que onde chega sempre será campeão - revelou o lutador, que se disse fã do cubano medalhista de ouro em Atenas (2004) Yuriorkis Gamboa.

Conduzido pelo Isidoro a conhecer os campeões olímpicos de Cuba, Aldo tirou fotos com diversos fãs e também com lutadores da seleção ao fim do treino. Entre os atletas que posaram ao lado do campeão do UFC, Robeisy Ramirez, medalha de ouro nas Olimpíadas de Londres pela divisão peso-mosca.

- Eu conheço muito bem o Aldo. Em Cuba, não acompanhamos muito esse esporte (MMA), mas nós, que somos de esporte de combate, sabemos que ele é um grande competidor e tem uma carreira de sucesso. Torço por ele. Eu o vi boxeando mais em sua última luta. Ele foi muito bem. Como todos sabem, o boxe cubano é uma potência mundial e vai ajudar muito - declarou o lutador.