José Aldo falou com a imprensa em evento ocorrido na academia Nova União, no Rio de Janeiro

               José Aldo fez apenas uma luta em 2015, quando foi nocauteado por McGregor - (FOTO: Erik Engelhart)

LANCE!
29/06/2016
11:05
Las Vegas (EUA)

Ex-campeão dos penas do UFC, José Aldo vai em busca do primeiro passo para retomar o seu reinado, no dia 9 de julho, em Las Vegas (EUA), quando enfrenta o embalado Frankie Edgar, pelo título interino da categoria.

Aldo perdeu o cinturão em dezembro do ano passado, quando foi brutalmente nocauteado por Conor McGregor em apenas 13 segundos, mas em conferência telefônica realizada na última terça-feira (28), o manauara garantiu que não há nada do que se tirar proveito do revés para a revanche com Edgar.

- É uma coisa diferente, não tem nada um com outro (Conor e Edgar). Não vai me ensinar nada a derrota. Procuro olhar para o meu próximo adversário, o passado já foi. Nem olho, aquilo faz parte do passado, estou pensando no Edgar. Não procuro sofrer pelo passado, coloquei uma pedra em cima e procuro andar para frente - disse Aldo.

Desde que se enfrentaram pela primeira vez, em 2013, com vitória por pontos do brasileiro, José Aldo venceu Chan Sung Jung, Ricardo Lamas, Chad Mendes e acabou nocauteado por McGregor, na única vez que pisou no octógono em 2015.

Já Edgar, enfileirou cinco adversários desde a derrota para Aldo e lutou seis rounds em 2015, enquanto o brasileiro apenas 13 segundos. Edgar vem de vitória por nocaute sobre Chad Mendes e parece estar no auge de sua forma, no entanto, o brasileiro vê o mesmo lutador do último confronto pela frente.

- Acho que ele é o mesmo lutador, a unica coisa hoje em dia,  é a questão da adaptação ao peso, mas ele faz a mesma coisa, os mesmos movimentos de antes. Vejo o mesmo Frankie Edgar - declarou  Aldo, que do seu lado, garantiu mudanças. 

- Mudei, tentei dar uma mesclada, voltar a como treinava antes, usei luta em pé e luta agarrada. Procurei priorizar essas duas modalidades. Uma coisa que nunca quis ficar numa zona de conforto, procurei trabalhar coisas novas. O que me levou a ser o campeão foi aquilo que fazia no começo - avaliou.

Em 2013, José Aldo duelou com Edgar, na estreia do ex-campeão dos leves na categoria dos penas e a luta foi equilibradíssima. Muitos membros da mídia americana viram a vitória de Edgar, mas o manauara discorda.

- Venci a primeira luta, entraram três socos só em mim. Não vi derrota naquela luta. Somos dois atletas experientes e habilidosos em todos os quesitos. Se tiver a chance vou acabar com a luta antes, mas estou preparado para lutar os cinco rounds. Seremos muito agressivos e vou mostrar que quero vencer sempre - encerrou.

Na luta principal do UFC 200, o campeão dos meio-pesados Daniel Cormier defende o seu cinturão em revanche contra o desafiante Jon Jones.