LANCE!
20/12/2016
16:20
São Paulo (SP)

Com 47 equipes, a Copa Libertadores terá seus grupos e confrontos preliminares definidos nesta quarta-feira, às 22h, na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai. A edição de 2017 terá a presença de 13 clubes que já conquistaram a Copa e outros seis estreantes - a Libertadores que mais reuniu campeões foi a disputada neste ano, com 15 clubes. O LANCE! listou acima todos os participantes, destacando campeões e vices históricos. Os potes do sorteio estão definidos e o L! transmite o evento nesta noite. Abaixo, você confere algumas curiosidades sobre os destaques da edição de 2017.

Atlético Nacional (COL), atual campeão, River Plate (ARG), San Lorenzo (ARG), Atlético-MG e Santos são os campeões desta década que estão na Libertadores. Estudiantes (ARG) e Olimpia (PAR) são os outros que levantaram a taça neste século. O último campeão do século passado presente em 2017 é o Palmeiras. O campeão mais antigo da próxima edição é o Flamengo, que ergueu a taça em 1981. O Peñarol (URU) é o clube que mais vezes ficou com o troféu (cinco): com mais cinco vices, é o que mais chegou em finais (dez). O Grêmio soma dois títulos e dois vices, enquanto que o Colo-Colo (CHI) tem uma taça e um segundo lugar. O Nacional (URU) tem três títulos e três vices e, assim como seu rival uruguaio, joga a Copa pela 44ª vez, recorde da competição. Dos 13 campeões presentes, apenas dois não irão direto para a fase de grupos: Colo-Colo (CHI) e Olimpia (PAR) estão na segunda fase preliminar.

ELES QUASE LEVARAM...


Vice-campeão neste ano, o Independiente del Valle (ECU) entra na primeira fase da competição em 2017. A Libertadores tem outros seis clubes que nunca conquistaram a competição, mas já ficaram com o vice-campeonato. O Atlético-PR é o único brasileiro nesta situação. O Barcelona (ECU) já bateu na trave duas vezes: 1990 e 1998. Dois chilenos ficaram no quase uma vez cada: Unión Española (CHI) e Universidad Católica (CHI). Dois peruanos também: Sporting Cristal (PER) e Universitario (PER).

MINHA PRIMEIRA VEZ...

O único clube brasileiro nesta edição que joga a Libertadores pela primeira vez é a Chapecoense, que vai para a fase de grupos. Apenas um argentino também é debutante: Atlético Tucumán (ARG), apesar dos seus 114 anos de fundação. Dois dos quatro venezuelanos na Copa estreiam em 2017: Zulia (VEN) e Carabobo (VEN). O primeiro está na fase de grupos, enquanto que o segundo entra na segunda fase. Sport Boys Warnes (BOL) é o boliviano a estrear neste ano. O novato entre os novatos é o paraguaio Deportivo Capiatá (PAR), de apenas oito anos de existência (fundado em 2008). O modesto clube da cidade de Capiatá, próxima a Assunção, vai jogar a primeira fase ao lado de mais cinco clubes. A equipe já disputou a Copa Sul-Americana uma vez, em 2014, perdendo nos pênaltis nas oitavas de final para o gigante Boca Juniors (ARG).

CONHECIDOS...

O Lanús (ARG), atual campeão argentino e campeão da Copa Sul-Americana de 2013, é outro representante da Argentina, com vaga direta na fase de grupos. O The Strongest (BOL) jogará a Libertadores pela 23ª vez: é o segundo boliviano com mais participações, atrás apenas do Bolívar (31). O Botafogo volta à Copa após três anos na busca por uma conquista inédita. A equipe carioca disputa a Libertadores pela quinta vez na história - chegou a duas semis (1963 e 1973, quando a fase semifinal era disputada em triangular). Campeão da Sul-Americana em 2015, o Independiente Santa Fe (COL), último campeão colombiano, é uma força já garantida na fase de grupos. O Emelec (ECU) é o equatoriano que mais vezes foi à Copa: jogará pela 26ª vez. Libertad (PAR) e Guaraní (PAR), figuras com presenças recentes, representam o Paraguai com as duas vagas diretas na fase de grupos. O Deportivo Táchira (VEN) é o venezuelano que mais vezes representou o país na Libertadores (21 edições).

COMO SERÁ O SORTEIO

A Conmebol divulgou nesta quarta o ranking de clubes da América do Sul atualizado com os resultados de 2016. É a partir dele que os potes serão montados. A primeira fase, sem brasileiros, terá seis clubes que jogarão três confrontos em ida e volta. Os três classificados se juntam a mais 13 na segunda fase, em que estão Atlético-PR e Botafogo: dois mata-matas serão disputados para a definição de quatro classificados junto a mais 28 na fase de grupos (oito chaves de quatro clubes). Atlético-MG, Grêmio e Santos são os brasileiros cabeças de chave por aparecerem entre os oito melhores ranqueados entre os já classificados para essa etapa. O Palmeiras estará no pote 2, o Flamengo no pote 3 e a Chapecoense no pote 4. Confira abaixo as divisões para o sorteio: 

Primeira fase (6 clubes)
Pote 1 
​1. Independiente del Valle (ECU)
2. Deportivo Táchira (VEN)
3. Montevideo Wanderers (URU)

Pote 2 (*projeção)
1. Universitario de Sucre (BOL)
2. Deportivo Capiatá (PAR)
3. Deportivo Municipal (PER)

Segunda fase (13 clubes + 3)
Pote 1 (*projeção)
​1. Olimpia (PAR)
2. Colo Colo (CHI)
3. The Strongest (BOL)
4. Universitario (PER)
5. Unión Española (CHI)
6. Junior (COL)
7. Millonarios (COL)
8. El Nacional (EQU)

Pote 2 (*projeção)
1. Atlético-PR
2. Botafogo 
3. Cerro (URU)
4. Atlético Tucumán (ARG)
5. Carabobo (VEN)
6. Vencedor da 1ª fase 
7. Vencedor da 1ª fase 
8. Vencedor da 1ª fase 

Fase de grupos (28 clubes + 4)
Pote 1 

​1. River Plate (ARG)
2. Atletico Nacional (COL)
3. Nacional (URU)
4. Peñarol (URU)
5. Atlético-MG
6. Grêmio
7. San Lorenzo (ARG)
8. Santos

Pote 2 
1. Estudiantes (ARG)
2. Emelec (ECU)
3. Libertad (PAR)
4. Santa Fe (COL)
5. Palmeiras
6. Universidad Católica (CHI)
7. Guaraní (PAR)
8. Sporting Cristal (PER)

Pote 3 
1. Flamengo
2. Barcelona (ECU)
3. Lánus (ARG)
4. Zamora (VEN)
5. Jorge Wilstermann (BOL)
6. Independiente Medellín (COL)
7. Godoy Cruz (ARG)
8. Melgar (PER)

Pote 4 
1. Deportes Iquique (CHI)
2. Sport Boys (BOL)
3. Zulia (VEN)
4. Chapecoense
5. Vencedor da 2ª fase
6. Vencedor da 2ª fase
7. Vencedor da 2ª fase
8. Vencedor da 2ª fase