LANCE!
21/12/2016
23:59
São Paulo (SP)

O Santos conheceu seu grupo na Copa Libertadores de 2017 na noite desta quarta-feira, em sorteio realizado em Luque, no Paraguai. Cabeça-de-chave do Grupo 2, o Peixe já sabe que enfrentará os atuais campeões colombiano e peruano: Independiente Santa Fe (COL) e Sporting Cristal (PER). O outro adversário virá da preliminar: o vencedor de Universitario de Sucre (BOL) e Montevideo Wanderers (URU) na primeira fase pega o The Strongest (BOL) no início da segunda. Deste confronto, sai o rival de Cerro (URU) ou Unión Española (CHI) no segundo mata-mata da segunda fase, definindo assim a quarta equipe da chave que o LANCE! analisa abaixo:

INDEPENDIENTE SANTA FE (COL)
Cidade: Bogotá, capital do país (2.600m de altitude)
Títulos da Copa:
Número de finais:
Joga a Libertadores pela 11ª vez

Independiente Santa Fe x Corinthians 02.03.2016
(Foto: Miguel Schincariol)

"O Santa Fé, que neste ano foi eliminado dos torneios internacionais, teve de se adaptar a um novo elenco, totalmente distinto daquele que se viu no título da Copa Sul-Americana de 2015. Com o regresso do técnico argentino Gustavo Costas, que deixou o clube justamente após a conquista da Sul-Americana, retomou seu bom jogo e acabou se tornando o campeão nacional sem ser o favorito, mas passando com justiça à segunda fase da competição."
Por Santiago Bedoya, da "Rádio Caracol"

Time-base: Andres Castellanos; Héctor Urrego, William Tesillo, José Moya e Leyvin Balanta; Yeison Gordillo, Jonathan Gómez, Sebastián Salazar, Juan Daniel Roa e Humberto Osorio; Anderson Plata. Técnico: Gustavo Costas.

SPORTING CRISTAL (PER)
Cidade: Lima, capital do país (ao nível do mar)
Títulos da Copa:
Número de finais: 1
Joga a Libertadores pela 33ª vez

Sporting Cristal x Huracán 05.04.2016
(Foto: EITAN ABRAMOVICH/AFP)

"O Sporting Cristal é o candidato peruano a chegar mais longe na Copa, pois foi o campeão do último Campeonato Peruano enfrentando o Melgar. O time acumulou 77 pontos durante o ano, uma campanha esplendida que realizaram sob a batuta do argentino Mariano Soso, que deixou o cargo nesta semana. Em seu lugar estará José Guillermo del Solar, peruano, que dirigirá o clube pela segunda vez. Já foi o comandante em 2005, quando foi campeão. Os resultados, porém, não o acompanharam e teve de deixar o cargo. No ano passado, o Sporting disputou a Libertadores, mas caiu na fase de grupos.

Diego Ifrán, que anotou cinco gols no último campeonato nacional, terá que levar a equipe nas costas depois da partida de Santiago Silva, artilheiro do time com 11 gols. O atacante uruguaio terá o apoio do experiente Carlos Lobatón, de 36 anos, para tentar alcançar êxito. Por fim, o Sporting Cristal está obrigado a reforçar seu elenco, ou esperar um excelente e árduo trabalho de “Chemo” del Solar, que terá um grupo muito diferente do que dirigiu há 11 anos."

Por Rodolfo Huamán, do "Diario Líbero (PER)

Time-base: Mauricio Viana; Renzo Revoredo, Renzo Garcés, Jorge Cazulo e Jair Céspedes; Pedro Aquino, Horacio Calcaterra, Carlos Lobatón, Édison Chávez e Ray Sandoval; Diego Ifrán. Técnico: José Guillermo del Solar.

POSSÍVEIS RIVAIS

UNIVERSITARIO DE SUCRE (BOL)
Cidade: Sucre, a 680km de La Paz (2.800m de altitude)
Títulos da Copa:
Número de finais:
Joga a Libertadores pela 3ª vez

Universitario de Sucre (Bolívia)
(Foto: Reprodução/Facebook)

"É o mais modesto dos bolivianos que disputará a Libertadores. Está em crise econômica e esportiva. O diretor técnico Javier Vega, treinador boliviano, não tem figuras e recursos para poder armar um bom plantel. Tem muitas poucas chances de seguir no campeonato."
Por Rafael Angel Sempértegui Huarita, do "Diário La Razón"

Time base: Paolo Castro; Carlos Balsera, Federico Silvestre, Juan Rioja e Ronald Puma; Edwin Rivera e Alexis Bravo; Saulo Guerra, Aníbal Domenighini e Aldo Velasco; Mauricio Gómez. Técnico: Javier Vega

MONTEVIDEO WANDERERS (URU)
Cidade: Montevidéu
Títulos da Copa:
Número de finais:
Joga a Libertadores pela 8ª vez

Matías Santos
Foto: Reprodução/Twitter

"O Montevideo Wanderers não contará com a presença de Gastón Machado, que se despediu da equipe após não chegar a um acordo financeiro quando fez uma grande campanha com o time, chegando em segundo lugar no Campeonato Uruguaio e chegando à última rodada ainda brigando pelo título.

Sem Machado, o Wanderers já pensa em um novo treinador visando à Libertadores, para tentar também suprir uma perda muito importante, a de seu arqueiro Leonardo Burián, que jogará no Jaguares, do México. Já Ignacio González, cujo contrato vence em 31 de dezembro, será contactado para renovar seu contrato para a disputa da Copa."

Por Rodrigo Ruiz, da "Rádio 1010"

Time base: Ignacio de Arruabarrena; Mauricio Gómez, Gaston Bueno, Emiliano Díaz e Martín Rivas; Santiago Martínez, Adrian Colombino, Matias Santos e Nacho González; Manuel Castro e Sergio Blanco. Técnico: Indefinido.

THE STRONGEST (BOL)
Cidade: La Paz, capital (3.600m de altitude)
Títulos da Copa:
Número de finais:
Joga a Libertadores pela 23ª vez

Pablo Escobar marcou três vezes diante do Guabirá
Foto: Reprodução/Pagina Siete

"Terceiro classificado à Copa Libertadores pelo país. O time de La Paz é, ao lado do Bolívar, um dos mais populares do futebol boliviano. Atualmente está brigando pelo título nacional. É uma equipe que, nos últimos cinco anos, sempre disputou títulos, tanto que ganhou quatro campeonatos. É um dos times populares na Libertadores. Tem bastante jogadores da seleção boliviana, como o goleiro Daniel Vaca, o volante Pablo Escobar, Alejandro Chumacera, que já defendeu o Sport Recife, e outros jogadores mais. O clube vai tratar de se reforçar da melhor maneira para tentar fazer uma boa temporada na Libertadores, porque quer chegar à fase de grupos."
Por Rafael Angel Sempértegui Huarita, do "Diário La Razón"

Time base: Daniel Vaca; Diego Bejarano, Luís Maldonado, Gabriel Valverde e Marvin Bejarano; Alejandro Chumacero, Raúl Castro, Diego Wayar e Wálter Veizaga; Pablo Escobar e Fabricio Pedrozo. Técnico: César Farías.

CERRO (URU)
Cidade: Montevidéu, capital do país
Títulos da Copa:
Número de finais:
Joga a Libertadores pela 3ª vez

Cerro
(Foto: AFP PHOTO)

"O time vai estar trabalhando a partir de 26 de dezembro, pensando já na Copa Libertadores da América. Será o primeiro time uruguaio a estrear e, para isso, terá que ver como será armado o plantel, que até o momento não tem baixas, tampouco. contratações, apesar de que se fala da chegada de Jorge Campo Rodríguez, que estava no Tigre e já jogou na seleção. A comissão técnica já não terá Nito Puente, técnico na campanha da última temporada regular. Chegará Diego Alonso Barragán, treinador colombiano que também atua como preparador físico. Seu último time, o Bucaramanga de Colômbia, quase saiu campeão na segunda divisão profissional."
Por Rodrigo Ruiz, da "Rádio 1010"

Time base: Yonatan Irrazábal; Felipe Klein, Rodrigo Canosa, Angelo Pizzorno e Lucas Hernández; Andrés Barboza, Richard Pellejero, Pablo Caballero e Gonzalo Ramos; Maureen Franco e Ángel Luna. Técnico: Diego Barragán.

UNIÓN ESPAÑOLA (CHI)
Cidade: Santiago, capital do país
Títulos da Copa:
Número de finais: 1
Joga a Libertadores pela 12ª vez

Unión Española
Divulgação ANFP

"É dirigida pelo ex-atacante do Boca Juniors, Martín Palermo. Terminou em terceiro no último torneio chileno, depois de ter liderado boa parte da competição. É uma equipe que privilegia o bom trato da bola e tem como sua principal força a dupla ofensiva composta pelos argentinos Carlos Salom e Diego Churin, que monopolizam grande parte da produção goleadora da equipe. Outras figuras interessantes são o volante Pablo Galdames - talvez a peça mais importante das categorias de base do clube - e César Pinares, condutor da equipe e sobre quem descansa a geração ofensiva. A diretoria está buscando um defensor central, um volante ofensivo e um atacante de área para fortalecer sua estrutura, já que Adrián Scifo saiu e deixou uma vaga para estrangeiros. Outra das aspirações do clube é manter Palermo, que interessa a outros clubes, ainda que tenha manifestado a intenção de permanecer em Santa Laura. Assim como o Colo Colo, entra na Libertadores na segunda fase."
Por Christian González, do jornal "La Tercera"

Time-base: Sánchez; Currimilla, Ampuero, Domínguez, Berardo; Galdames, Seymour, Hernández; Pinares; Churín e Salom. Técnico: Martin Palermo.