LANCE!
22/12/2016
01:19
Chapecó (SC)

Campeã da Copa Sul-Americana 2016 e pela primeira vez na Copa Libertadores, a Chapecoense foi sorteada para o grupo 7, juntamente com Nacional (URU), Lanús e Zulia (VEN), que também é estreante. Saiba mais sobre rivais da Chape.

NACIONAL (URU)
Cidade: Montevidéu, capital do país
Títulos da Copa: 1971, 1980 e 1988
Número de finais: 6
Joga a Libertadores pela 44ª vez

"O Nacional foi campeão uruguaio de 2016, em janeiro estará em Porto Alegre, onde disputa um quadrangular com Olimpia (PAR), Grêmio e Peñarol. Haverá o primeiro clássico do ano. A ideia do técnico campeão Martín Lasarte é reforçar as laterais, as zagas e sobretudo encontrar um centroavante experiente. Obviamente que isso ainda vai depender das saídas de alguns jogadores, como o zagueiro e capitão, Diego Polenta, que deve receber propostas nesta janela, do Monterrey, do México, e a mais concreta, do River Plate, da Argentina.

Alfonso Espino, lateral-esquerdo e Santiago Romero, meio-campista, são outros nomes que podem trocar de time no próximo mês. O objetivo principal do Nacional é renovar com o zagueiro Mauricio Victorino, cujo contrato se encerra neste mês de dezembro."
Por Rodrigo Ruiz, da "Rádio 1010"

Time base: Esteban Conde; Sergio Otalvaro, Rafael García, Mauricio Victorino e Jorge Fucile; Diego Arismendi, Gonzalo Porras, Tabare Viudez, Sebastián Fernández e Kevin Ramírez; Hugo Silveira. Técnico: Martín Lasarte

LANÚS (ARG)
Cidade:
Lanús, situada na “grande Buenos Aires”
Títulos da Copa:
Número de finais:
Joga a Libertadores pela 6ª vez

"Lanús é uma das equipes mais consolidadas do futebol argentino. Foi o último campeão, em julho, e tem um estilo de jogo muito ofensivo, sempre com formação 4-3-3. O técnico é Jorge Almirón, que foi quem armou a equipe que sonha em chegar longe pela primeira vez na Libertadores. Os destaques são os atacantes Lautaro Acosta, José Sand e o meia Román Martínez. No entanto, perdeu o paraguaio Miguel Almirón, muito importante na criação e que rumou para o Atlanta, da MLS. Agora, a diretoria busca alguém para substitui-lo, mas ainda não definiu um nome."
Por Bruno Sturari, do "Diário Olé"


Time base: Fernando Monetti; José Gómez, Marcelo Herrera, Maximiliano Velázquez e Nicolás Pasquini; Fernando Barrientos, Iván Marcone e Miguel Almirón; Alejandro Silva, José Sand e Lautaro Acosta. Técnico: Jorge Almirón.

ZULIA
Cidade:
Maracaibo, a 700km de Caracas
Joga a Libertadores pela 1ª vez

"Conquistou a vaga na Libertadores por vencer o Clausura 2016. Avançou para o mata-mata na última rodada, eliminou Carabobo, Caracas e Táchira até bater o Zamora na decisão. Também assegurou a participação internacional por ser campeão da Copa Venezuela, que dava a possibilidade de jogar a Sul-Americana, mas como conquistou o Clausura, pelas novas regras da Conmebol, não poderá disputar as duas e optou pela Libertadores. Desde a Copa Venezuela, a equipe dirigida pelo venezuelano Cesar Macano começou a mostrar o futebol que os levou até a taça: velocidade e atrevimento dentro de um futebol convencional foram as armas dos zulianos nos últimos meses, onde a juventude dos estrangeiros Luciano Guaycochea e Sergio Unrein somaram para conquistar os títulos. Mesmo assim, Zulia não deixa de ser uma incógnita para a Libertadores. O time terá de volta seu goleador de 2015, Manuel Arteaga, que migrou para o futebol europeu com um pequeno estágio que o levou a jogar o semestre anterior no futebol boliviano, poderá contar com Jefferson Savarino, revelação da competição, junto com alguns atacantes que darão dor de cabeça aos adversários.

Entram direto na fase de grupos e esperam para conhecer os adversários para, então, começarem a se preparar. O capitão Giovanny Romero, homem da zaga, será quem dará tranquilidade e experiência ao grupo, com muita juventude encabeçada pelo meia ofensivo Savarino. À dupla, soma-se as experiências internacionais e a velocidade de Arteaga."
Por Nacho Rodriguez, do "Zona Futbol - RCR 750am"


Time base: Gonzalez; Godoy, Romero, Plazas e Notatoberto; Moreno, Zambrano; Savarino, Guaycochea; Unrein Arteaga. Técnico: César Marcano.