Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol (Foto: Analia Garelli/AFP)

Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol (Foto: Analia Garelli/AFP)

LANCE!
24/08/2016
16:09
Buenos Aires (ARG)

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, fez uma prestação de contar dos primeiros seis meses de mandato à frente da entidade em uma entrevista coletiva nesta quarta-feira, em Buenos Aires. Além de reafirmar que a Conmebol, após uma série de escândalos, continua sendo submetida a diversas auditorias, o dirigente avisou que as competições organizadas pela entidade serão reavaliadas.

- O novo estatuto contempla uma comissão de clubes. Queremos repensar todos os campeonatos da Conmebol. Temos algumas ideias. A ideia é repensar e buscar como fazer a Copa Libertadores mais prestigiosa - avisou o paraguaio.

Por falar em estatuto, Domínguez disse que a Conmebol estará concluindo a reforma do documento no máximo até esta quinta-feira.

- Queremos organizar e fundamentar a Conmebol sobre regras claras e que sejam cumpridas - disse ele, que ainda completou:

- Encontramos uma instituição que tinha imunidade, mas que ao longo do exercício se transformou em impunidade. Encontramos uma Conmebol cujo objetivo era o dinheiro. E o futebol era o meio.

Segundo o presidente, a auditoria forense está concluindo a análise de mais de 20 mil documentos contáveis e fazendo uma revisão jurídica dos contratos firmados pelas administrações anteriores, cujos presidentes foram indiciados pela Justiça Americana por causa de um esquema de recebimento de propina.

A Conmebol vai realizar em 14 de setembro, em Lima, no Peru, a assembleia geral ordinária, na qual apresentará os resultados financeiros do último ano.