Toluca (Foto: Divulgação)

Toluca enfrenta o Grêmio na estreia na Libertadores (Foto: Divulgação)

RADAR/LANCE!
17/02/2016
16:29
RADAR/LANCE!

Terceiro maior vencedor do futebol mexicano, dono da quinta maior torcida do país e começando em fevereiro os festejos pelo seu centenário (que ocorrerá em fevereiro de 2017), o Toluca está na Libertadores por ter feito uma boa campanha no Campeonato Mexicano, mas terminando atrás dos times que arrancaram a vaga para a Liga dos Campeões da Concacaf.

Embora a Libertadores não seja uma grande prioridade (a diretoria quer mesmo mais um título mexicano para coroar a campanha do ano 100), uma boa apresentação na competição certamente vai motivar o torcedor neste ano que não começou bem para o gigante mexicano, mal no torneio local. Porém, o time tem potencial. A defesa é muito qualificada e apresenta como destaque o goleiro Alfredo Talavera. E a diretoria contratou dois bons jogadores, Gerardo Flores e Richard Ortiz.

Ortiz é visto como a solução para o setor ofensivo, que vem sendo criticado. Ele chega para ser o assistente de Uribe e Triverio, que andam marcando poucos gols. Ortiz é o jogador mais centralizado do setor de criação no esquema do treinador José Saturdino Cardozo.

Um ponto a favor do Toluca é a altitude. Joga a 2.700 metros e isso já pode ser um diferencial na partida de estreia. O time mexicano integra o Gruipo 6 e sua primeira partida será na madrugada desta quinta-feira diante de um dos rivais mais complicados, o Grêmio.

O time-base: Talavera; Flores, Galindo, Da Silva, Silva e Rodríguez; Ríos, Esquivel e Ortiz; Uribe e Triverio.