Cobresal

Cobresal chega à Libertadores pela segunda vez e está focado na competição, a ponto de colocar o Campeonato Chileno em segundo plano (Foto: Divulgação/cdcobresal.cl)

Luis Eduardo Rivera 
16/02/2016
02:07
El Grafico (CHI) especial para o LANCE!

"O Cobresal é muito bem armado. O treinador Giovagnoli sempre pretende que a sua equipe pressione desde a intermediária do rival e ataque pelos flancos. Seus homens de frente são muito perigosos, mas há um problema: embora Fuentes tenha técnica e bom chute e Cantero faça gols decisivos, o restante do time finaliza muito pouco."

"Na defesa, há equilíbrio. O setor de zaga é muito rústico, mas sempre focado. O meio de campo sabe trabalhar a bola, mas o constante vaivém de apoio ao ataque e auxílio à defesa tornam o setor um pouco vulnerável."