LANCE!
30/05/2018
07:45
São Paulo (SP)

Com 13 campeões entre os 16 classificados, a Copa Libertadores terá seus oito jogos de oitavas de final definidos em sorteio na próxima segunda-feira, às 20h de Brasília, em Assunção, na sede da Conmebol. Qual é o desempenho recente, nesta década, das equipes nos mata-matas decisivos da competição?

Argentinos
Campeão em 2015, o River Plate caiu na semifinal no ano passado e nas oitavas em 2016, ano em que o Boca Juniors foi mais longe: caiu na semifinal (oitavas em 2015, quartas em 2013 e vice em 2012). O Racing não passou das quartas de final, fase em que chegou em 2015 (caiu nas oitavas em 2016). Independiente chega pela primeira vez ao mata-mata da Libertadores nesta década, enquanto que o Atlético Tucumán consegue o feito pela primeira vez em sua história. Estudiantes parou nas oitavas em 2011 e 2015.

Brasileiros
Santos, Corinthians e Grêmio foram campeões nesta década, em 2011, 2012 e 2017, respectivamente. O Peixe foi à semi em 2012 e caiu nas quartas no ano passado. O Timão, após o título, morreu sempre nas oitavas: 2013, 2015 e 2016. Nesta mesma fase, o Tricolor caiu em 2011, 2013 e 2016. As oitavas também foram a fase limite do Palmeiras: 2013 e 2017. O Cruzeiro não passou das quartas em 2014 e 2015 (parou nas oitavas em 2011). O Flamengo chega ao mata-mata pela primeira vez nesta década - não avançava desde 2010.

Chileno
Único representante do Chile, o Colo-Colo, campeão em 1991, chega às oitavas de final da Libertadores pela primeira vez nesta década. O clube não passava da fase de grupos desde 2007 (sete eliminações depois disso).

Colombiano
Campeão em 2016, o Atlético Nacional vem sendo figura presente nos mata-matas da Libertadores: oitavas em 2012, quartas em 2014 e oitavas em 2015.

Paraguaios
O Cerro Porteño caiu na semifinal em 2011 e parou nas oitavas em 2014 e 2016. O Libertad volta a chegar aos mata-matas após seis anos: caiu nas quartas em 2011 e 2012.

Os portes do sorteio
De um lado, Palmeiras, Grêmio, Corinthians, Santos, Cruzeiro, Libertad, River Plate e Atlético Nacional avançaram às oitavas de final nas primeiras posições de seus grupos. Do outro, Flamengo, Racing, Boca Juniors, Independiente, Atlético Tucumán, Estduiantes, Cerro Porteño e Colo-Colo passaram em segundo. O sorteio será de "primeiros x segundos" e irá definir o chaveamento até a final (joga a segunda em casa quem tiver melhor campanha - ver imagens acima). Veja aqui a tabela e estatísticas da competição.

Pesos pesados
Dos quatro maiores campeões da Libertadores, três estão nas oitavas: Independiente, sete títulos, Boca, seis, e Estudiantes, quatro - só o Peñarol (URU), com cinco, está fora. Todos os classificados em 2018 somam 35 títulos continentais. Grêmio, atual campeão, e Santos, são os maiores vencedores brasileiros, com três cada. Apenas Libertad, Cerro Porteño e Atlético Tucumán não conquistaram a competição entre os 16 classificados.