Atlético-MG x Independiente del Valle

Lucas Pratto comemora o gol que acabara de marcar para o Atlético-MG, abrindo o placar contra o Independiente del Valle  e  ajudando a deixar os mineiros na ponta do Grupo 5 da Libertadores (Foto: Andre Yanckous/AGIF)

RADAR/LANCE!
24/02/2016
23:41
Belo Horizonte (MG)


Na vitória por 1 a 0 do Atlético Mineiro sobre o Independiente del Valle, gol de Lucas Pratto logo aos três minutos, as grandes atrações foram as estreias de Cazares e do astro Robinho. O equatoriano foi escalado desde o início e confirmou o que se esperava dele. Embora tenha furado um arremate e chutado uma bola nas nuvens, o camisa 11 mostrou habilidade ímpar e cansou de deixar os companheiros na cara do gol. Também cobrou quase todos os escanteios com perfeição e, num chute de fora, quase deixou o dele.

Cazares conseguiu até roubar um pouco dos holofotes que estavam voltados para Robinho. O craque começou no banco, entrou no segundo tempo e teve uma estreia sem grandes percalços, mas também deu mostras do que pode fazer assim que ganhar maior entrosamento.

A vitória manteve o Atlético na liderança do Grupo 5, com seis pontos, seguido do Colo Colo (que, em casa, venceu o Melgar por 1 a 0, gol de Paredes). O del Valle tem um e o Melgar, zero.


O JOGO

O jogo mal começou e o Atlético, aos três minutos, já abria vantagem. Talvez por estar ainda grogue com o choque que sofrera no minuto anterior numa disputa com Patric, o zagueiro Mina não foi com ímpeto num cruzamento errado de Marcos Rocha que encontrou Lucas Pratto livre. O atacante mandou de primeira, o goleiro Azcona chegou na bola, mas ela espirrou e morreu no gol. 1 a 0.

O gol deixou o Del Valle atônito, sem saber o que fazer. E o Galo deitou e rolou. O estreante Cazares estava endiabrado na armação, encontrando os companheiros desmarcados e livres para o ataque, o lateral Douglas Santos apoiando sempre com perigo e criando oportunidades em profusão. Cazares iniciou a jogada em que Luan fez um gol bem anulado (houve falta), Douglas Santos cruzou para Luan chutar e Caicedo salvar para escanteio. Após este escanteio, Douglas Santos chutou e Azcona defendeu. Em seguida, Cazares voltou a fazer  grande jogada que chegou em Douglas Santos e este rolou para o chute perigoso de Luan. O Atlético dava um show para ser aplaudido de pé.

Só que o Independiente del Valle não tem um time ruim e sabe tocar a bola. Quando viu que o Galo recuou um pouco, a partir dos 25 minutos, os equatorianos começaram a equilibrar e, buscando sempre o jogador mais bem  colocado, criou perigo. Aos 30, num erro de posicionamento, Cabezas entrou pela esquerda livre e só não empatou por causa da grande saída do goleiro Victor que abafou o lance na entrada da pequena área.

No segundo tempo, o Del Valle adiantou a marcação, conseguiu dois bons ataques nos três primeiros minutos, mas o Atlético era superior. Cazares seguiu fazendo lançamentos perfeitos. No melhor, encontrou Lucas Pratto e apareceu na área para receber a devolução, só que furou o chute (o que dá mostras de que a finalização é mesmo o seu ponto fraco).

Aos dez minutos veio o momento mais esperado: Robinho entrava em campo. Só que ocorreu um tremendo anticlímax, pois Aguirre tirou Cazares. As vaias pela subsituição e a torcida gritando "burro, burro" durante um minuto para o treinador, colocaram Riobinho em segundo plano. E seu primeiro lance na partida, aos 12, foi um passe errado para Pratto.

Mas logo a torcida apoiou Robinho, pois ele entrou com muita vontade, caindo pelos flancos, buscando armar as jogadas e também aparecendo no ataque, sendo que aos 30 minutos ele quase fez um gol.

Mas a verdade é que o Atlético freou muito no segundo tempo e a saída de Cazares fez o time perder tanto em criatividade quanto em velocidade. Robinho entrou bem , mas estava claro que ele seria um alvo perfeito para os lançamentos de Cazares e não o cara que teria de fazer a função do equatoriano. A torcida pegou no pé do time. Mas parecia dizer a Aguirre que Robinho e Cazares podem jogar juntos e não um ser o substituto do outro. Bola, esta dupla ousada tem para ser titular deste supertime.




FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO MINEIRO 1 X 0 INDEPENDIENTE DEL VALLE (EQU)
LIBERTADORES - 2ª RODADA - GRUPO 5

LOCAL: ESTÁDIO INDEPENDÊNCIA, Belo Horizonte
DATA/HORA: 24/2/2016 - 21H45MIN (de Brasília)
JUIZ: Fernando Rapallini (ARG)
AUXILIARES: Ivan Núñez e Ezequiel Brailovski (ARG)
CARTÕES AMARELOS: Leonardo Silva, Marcos Rocha, Leo Silva, Leandro Donizete (ATL), MInas, Ayala e Orejuela (IND)
GOLS: Lucas Pratto, 3'/1ºT (1-0)

ATLÉTICO MINEIRO: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Leandro Donizete (Junior Urso, 21'/2ºT), Rafael Carioca, Patrick, Luan (Hyuri, 31'/2ºT) e Cazares (Robinho, 10'/2ºT); Lucas Pratto TEC: Aguirre

INDEPENDIENTE DEL VALLE: Azcona; Christián Núñez, Mina, Caicedo e Ayala; Rizotto, Orejuela, Cabezas (Uchuari, 30'/2ºT), Sornoza (Cortéz, 38'/2ºT) e Tellechea (Julio Angulo, 20'/2ºT); José Angulo TEC: Juan Reynoso