Daniel Piva e Russel Dias
15/06/2017
19:23
Curitiba (PR) e Santos (SP)

O Atlético-PR não poderá jogar em casa nas oitavas de final da Libertadores, em que recebe o Santos. A data do confronto (4 a 6 de julho) é a mesma da Liga Mundial de Vôlei, que acontecerá na Arena da Baixada, conforme foi decidido em janeiro.

A Conmebol terá que indicar um novo local para a realização da partida. Em Curitiba, o Couto Pereira, do Coxa, tem capacidade para sediar o jogo, mas a direção alviverde já deixou claro que não cederá sua praça esportiva. A Vila Capanema tem laudo para receber 17 mil pessoas, sendo que a exigência é de 20 mil. A hipótese de mudança de data está descartada por não haver dias disponíveis no calendário da CBF.

O Santos começou a planejar a logística da viagem nesta quinta-feira e encontrou dificuldades para reservar um hotel. Todos os locais consultados já estão reservados para a Liga Mundial de Vôlei. Desta forma, o Peixe estuda ficar na ficar na cidade de São José dos Pinhais, cidade vizinha à capital paranaense.

Em 2005, quando o Furacão foi finalista da Libertadores, o time teve de mandar a final contra o São Paulo no Beira Rio, já que a Arena tinha capacidade para 25 mil pessoas e a exigência para a decisão era de 40 mil. A partida de volta, que acontecerá entre 8 e 10 de agosto, será na Vila Belmiro. O Alvinegro só mandará jogos no Pacaembu pela Libertadores se chegar à semifinal.