guarani x Indenpendente do Valle (foto:NORBERTO DUARTE / AFP)

Palau, camisa 8 do Guarani, leva a bola enquanto Julio Angulo o persegue. Volante do time paraguaio fez um golaço para o seu time. Mas, no fim, a vaga ficou com o Independiente del Valle (foto:NORBERTO DUARTE / AFP)

RADAR/LANCE!
11/02/2016
22:41
Assunção (PAR)

Em mais um jogo com final dramático na Libertadores-2016, o Independiente del Valle, na noite desta quinta-feira, obteve a sua classificação para a fase de grupos. Enfrentando o Guaraní fora de casa, em Assunção, no Defensores del Chaco, o time equatoriano perdeu a partida por 2 a 1. Porém, como venceu o jogo de ida, em casa, por 1 a 0, se classificou por ter feito um gol como visitante.

Para o Guaraní, semifinalista da Libertadores 2015 eliminando Corinthians e Racing, a derrota foi muito amarga. O time, depois de abrir o placar com um gol de placa de Palau, cedeu o empate (José Angulo, o craque equatoriano), conseguiu voltar à frente do placar com um gol do veterano Hernán López e, aos 50 minutos do segundo tempo teve um pênalti a seu favor. Era fazer o gol e se classificar. Mas López isolou.

Com a classificação, o Independiente del Valle vai para o Grupo 5, o mesmo do Atlético Mineiro.


O jogo


Embora tivesse terminado o primeiro tempo com mais de 60% de posse de bola, o Guaraní praticamente só assustou o gol de Azcona nos acréscimos, num chute do lateral Filippini quase em ângulo. Já o Independiente del Valle, em contra-ataques, criou as três melhores oportunidades, com dois chutes de Julio Ângulo e um de José Angulo, que caiu quase como ponta-esquerda e foi o melhor em campo na primeira etapa.

No segundo tempo, o Guaraní seguiu com maior volume de jogo, principalmente depois da entrada do veterano Hernán López, uruguaio de 38 anos, para ser mais um atacante,  e o Independiente del Valle veio bem mais fechado, praticamente deixando de lado o contra-ataque. Dominando totalmente, o Guaraní chegou ao gol aos 16 minutos.  López  avançou pela direita e cruzou para um voleio espetacular de Palau, na entrada da área. A bomba bateu no travessão e entrou. Um dos gols mais bonitos da temporada.

O resultado levava a o jogo para os pênaltis e animou ainda mais a torcida da casa. Mas aos 31 minutos veio a ducha de água fria. O volante Rizzoto fez um lançamento em profundidade para José Angulo. O camisa 19, que estava sumido na segunda etapa, dominou com muita categoria e tocou na saída do goleiro. Outro golaço.

O Guaraní precisava de dois gols em 15 minutos e foi para cima. Aos 33, López teve grande chance recolocar os paraguaios na frente, mas chutou fora. Aos 35, o bom lateral-direito Filippini passou facilmente pela marcação do lateral reserva Cuero (jovem de 19 anos que entrara na segunda etapa) e cruzou para o miolo da área. López, livre, cabeceou e fez  2 a 1.

Com isso o jogo ficou dramático. O resultado classificava o Del Valle, mas um gol classificava o Guaraní. O time da casa ficou dentro da intermediária adversária, reclamou de um pênalti, quase levou um gol de contra-ataque (Uchuari, do meio da rua, sem o goleiro no gol, chutou descalibradamente).

Aos 50 minutos, o menino Cuero voltou a errar feio, o que deu a chance para López ficar com a bola. O camisa 9 tentar virou o corpo para chutar e acabou derrubado por Mina. O mesmo López pegou a bola para fazer a cobrança e ser o herói da noite classificando os donos da casa para o grupo do Atlético Mineiro. Mas ele bateu e isolou por cima do travessão. Para alívio de Cuero, para desespero dos paraguaios. O juiz argentino encerrou a partida logo em seguida e a festa foi equatoriana, que eliminou o semifinalista da Libertadores 2015.



FICHA TÉCNICA
GUARANÍ (PAR) 2 X 1   INDEPENDIENTE DEL VALLE (EQU)
Jogo de Volta da 1ª fase da Libertadores

Estadio: Defensores del Chaco, em Assunção (PAR)
Data/Hora: 11/2/2016, às 20h45
Árbitro: Mário Vigliano (ARG)
Renda e público: ND
Cartões amarelos: Camacho, Aguilar, Patiño, Cáceres, Aranda (GUA), Mina , Rizotto, Cabezas, Caicedo (IND)
Gols: Palau, 16'/2ºT (1-0), José Angulo, 31'/2ºT (1-1), Hernán López, 35'/2ºT (2-1)

GUARANÍ: Aguilar; Filippini, Patiño Julio César Cáceres e Aranda; Plau, Aguilar,González (Hernán López, 10'/2ºT) e Jorge Mendoza; (Ocampo, Intervalo) Camacho (De la Cruz, 25'/2ºT) e Correa - Técnico: Fabricio Bassa

I. DEL VALLE: Azcona; Nuñez, Mina, Caicedo e Ayala (Cuero, 21'/2ºT); Orejuela, Rizotto, Julio Angulo (Uchuari, 9'/2ºT) e Sornoza (Tellechea, 9'/2ºT); Cabezas e José Angulo- Técnico: Pablo Repetto