Cesar Vallejo (PERU)

Peruano Cesar Vallejo sonha em tornar-se a maior zebra da primeira fase da Libertadores, eliminando o São Paulo e se qualificando para o Grupo 1 da competição (Foto: Divulgação/Jair Ramirez/Cesar Vallejo)

Mario D'Angelo Hansen
01/02/2016
08:05
Radar/LANCE!


O Cesar Vallejo (PER), que enfrentará o São Paulo na Copa Libertadores da América, tem apenas 20 anos de existência e ainda tenta construir seu reconhecimento internacional. Para isso, começará nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), a dura tarefa de eliminar o time paulista, tricampeão continental. Quem avançar irá para o Grupo 1, que já têm River Plate, The Strongest e Trujillanos.

Até 2016, o time peruano disputou três edições da Copa Sul-Americana, tendo como melhor resultado as quartas de final da edição de 2014, quando eliminou o Bahia. Já na Libertadores, esta será sua segunda participação na fase preliminar. A primeira foi em 2013, quando foi eliminado pelos colombianos do Tolima.

O  Cesar Vallejo se qualificou para a Libertadores ao eliminar o Real Garcilaso em dois jogos, pela repescagem do Campeonato Peruano, chamado de Torneio Descentralizado.  Estes dois times perderam nas semifinais para Melgar (que foi o campeão) e Sporting Cristal (vice) e jogaram um mata-mata. O  Vallejo perdeu na ida (0-1) mas fez 3 a 0 na volta.

Na edição atual, o Cesar Vallejo precisará encarar o multicampeão São Paulo, que agora inicia um novo ciclo nas mãos do vitorioso técnico Edgardo Bauza. Depois do primeiro jogo em Trujillo, no estádio Mansiche (tem capacidade para 22 mil pessoas), os peruanos tentaram buscar uma classificação histórica no Pacaembu, no dia 10.

O treinador dos poetas, apelido em homenagem ao escritor que dá nome à equipe, é Franco Navarro, que usa o esquema 4-2-3-1. Contra o São Paulo, o técnico planeja um sistema tático defensivo, orientado a bloquear o poderio paulista e explorando contra-ataques.

As principais contratações para a Libertadores foram os atacantes Luis Perea, colombiano que chegou a defender o Criciúma, e Victor Rossel. O último tem a seu favor uma das maiores médias de gol do futebol peruano nos últimos tempos. Entre os atletas que já estavam no elenco, destacam-se o zagueiro Luis Cardoza, o volante Rinaldo Cruzado, o meia Donald Millán e o goleiro e capitão Salomón Libman.

TIME-BASE
Salomón Libman; Pedro Requena, Luis Cardoza, Emiliano Ciucci, Hansell Riojas; Rinaldo Cruzado, Juan Morales, Ronald Quinteros, Donald Millán, Daniel Chávez; Luis Perea.