RADAR/LANCE!
27/07/2016
23:37
Medellín (COL)

O Atlético Nacional fechou com chave de ouro a bela campanha feita durante toda a Copa Libertadores na noite desta quarta-feira, com o título da competição após vencer o Independiente del Valle por 1 a 0, com gol do artilheiro Miguel Borja. Com um pouco mais de 44 mil pessoas no Estádio Atanasio Girardot, o camisa 23 marcou aos oito do primeiro tempo e ajudou o time colombiano a conquistar a América pela segunda vez em sua história. 

Equipe comandada por Reinaldo Rueda fez a melhor campanha na fase de grupos, passou pelo Huracán (ARG) nas oitavas e eliminou o também argentino Rosário Central, nas quartas. Antes de chegar a decisão, o Atlético Nacional passou pelo São Paulo na semi, com Borja marcando todos os gols, nos dois jogos. Atacante foi peça fundamental no título.

O JOGO
Empolgados com uma linda festa que a torcida colombiana preparou para receber o time, os jogadores do Atlético Nacional começaram com tudo e com poucos segundos de jogo. Guerra achou Borja livre, mas atacante Mandou por cima. Bocanegra também levou perigo nos primeiros instantes do duelo.

Sem deixar o Del Valle respirar, os donos da casa continuaram se lançando ao ataque e abriram o placar com o artilheiro Miguel Borja. Aos oito, Macnelly Torres levantou na área, a bola tocou na trave e no rebote o atacante encheu o pé para estufar a rede. Vencendo por um gol, os donos da casa diminuíram o ritmo e valorizavam mais a posse de bola. O Del Valle tinha dificuldades na criação das jogadas.

Macnelly Torres quase fez o segundo dos donos da casa em um lindo chute de fora da área, porém Azcona estava atento e fez grande defesa. Guerra estava em noite inspirada e comandava o time do Atlético Nacional. Azcona ainda salvou um cruzamento rasteiro que levava perigo ao gol dos equatorianos. No lance seguinte, José Angulo teve grande chance de empatar, mas mandou por cima da meta de Armani. Donos da casa foram para o intervalo vencendo por 1 a 0.

Na volta para o segundo tempo, Uchuari foi a cara nova no time do Independiente del Valle e em seu primeiro lance quase marcou um golaço. Zaga cortou na hora certa. O Atlético Nacional respondeu com Mejía, após boa jogada de Marlos Moreno. Del Valle tinha mais posse de bola, mas não conseguiu criar jogadas de ataque com perigo.

Aos 16 minutos, Guerra achou Borja na entrada da área, o atacante girou, mas na hora da finalização mandou para fora. Uchuari deu outra cara para os equatorianos e as melhores jogadas dos visitantes eram dele. Marlos Moreno foi outro que não conseguiu ampliar. O time da casa perdia muitos gols.

Os colombianos apostavam no contra-ataque e Borja só não voltou a marcar porque Azcona fez um milagre após a bomba do artilheiro. O Del Valle bem que tentava criar, mas faltava tranquilidade. O Atlético Nacional valorizou bem a posse de bola, até o apito final do árbitro. Festa no Atanasio Girardot!

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO NACIONAL (COL) 1 X 0 INDEPENDIENTE DEL VALLE (EQU)

Data-Hora: 27/07/16 - 21h45 (de Brasília)
Estádio: Atanasio Girardot, em Medellín (COL)
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Ariel Scime (ARG)
Cartões amarelos: Guerra e Miguel Borja (ANA); Rizotto e Sornoza (IND)
Cartão vermelho: Não houve
Gols: Miguel Borja, 8'/2ºT (1-0)

ATLÉTICO NACIONAL: Armani; Bocanegra, Sánchez, Henriquez e Farid Diaz; Mejía, Guerra (Diego Arias, 43'/2ºT), Berrío, Macnelly Torres e Marlos Moreno (Ibarguen, 31'/2ºT); Miguel Borja (Rescaldani, 35'/2ºT). TEC: Reinaldo Rueda.

INDEPENDIENTE DEL VALLE: Azcona; Christian Nuñez, Arturo Mina, Caicedo e Tellechea (Miller Castillo, 43'/2ºT); Rizotto, Orejuela, Julio Angulo (Jonathan González, 27'/2ºT), Sornoza (Uchuari, intervalo) e Cabezas; José Angulo. TEC: Pablo Repetto.