Apresentação - Sporting Cristal x Huracán HOME

Sporting Cristal não pode tropeçar em casa ou se complicará na luta por uma das duas vagas do Grupo 4 para as Oitavas. Huracán vem de vitória fora e espera voltar a surpreender na Libertadores

RADAR/LANCE!
07/03/2016
15:30
Lima (PER)

O duelo desta terça-feira entre Sporting Cristal e Huracán, às 21h45min, no Estádio Nacional, em Lima, pela terceira rodada do Grupo 4 da Libertadores, promete ser quente. E tudo por caisa das declarações de um dos principais jogadores do time argentino. Goleador do Huracán, Ábila deu a seguinte resposta quando perguntado sobre o time peruano:

- Desse Cristal a única coisa que sei é que é um time de Lima. Não vimos nada deles, pois passamos os últimos dias interessandos no nosso jogo com o Estudiantes, pelo Argentino (o Huracán venceu por 1 a 0).

O certo desdém caiu como uma bomba entre os torcedores do Cristal, que prometem apoiar ainda mais o time num jogo de vida ou morte (a previsão é a de público superior a 30 mil). Com apenas um ponto em dois jogos, os peruanos dividem a lanterna com o Peñarol. Já o Huracán tem três pontos (obtidos em cima do Peñarol fora de casa). Novo bom resultado como visitante fará o Huracán pressionar o atual líder, o Atlético Nacional-COL que tem seis pontos e também joga nesta terça-feira, em casa, contra o Peñarol. O jogo entre Cristal e Huracán será transmitido pelo canal Fox Sports 2, a partir das 22h45min.

O Cristal está em bom momento. A vitória por 2 a 1 sobre o Unión Comercio na rodada passada levou o time à liderança do Campeonato Peruano (15 pontos em sete rodadas). Isso faz o treinador Mariano Sosa confiar na primeira vitória na fase de grupos.

- Temos a classificação como objetivo e para isso a equipe precisa fazer uma partida consistente e acredito nisso, disse Sosa, que evitou polemizar sobre as declarações de Ábila e que confirmou a escalação de um ataque de gringos: o argentino Calcaterra e os uruguaios Santiago Silva e Gabriel Costa.

No Huracán - que aos poucos vem se recuperando no Argentino - a novidade é que o treinador Eduardo Domínguez escalará Ábila desde o início. Porém, há desfalques. O técnico segue sem os jogadores que se machucaram no acidente automobilístico que o time sofreu na Venezuela após o jogo da volta contra o Caracas na primeira fase (Nervo, Toranzo e Mendoza) e também não terá o goleiro Marcos Diaz. machucado.