Rosario Central x Nacional

Rosario Central  e Nacional  (de branco) fizeram jogo equilibrado. Os uruguaios saíram na frente e levaram o empate num pênalti polêmico (Foto: STR/AFP)

RADAR/LANCE!
25/02/2016
22:06
Rosário (ARG)

Rosario Central e Nacional do Uruguai fizeram partida equilibrada na noite desta quinta-feira, em Rosário, na Argentina, pelo Grupo 2 da Libertadores, o mesmo do Palmeiras. No fim, o empate em 1 a 1 deixou o grupo embolado, já que Palmeiras e o River Plate uruguaio empataram na partida de estreia. Assim, todos os quatro times estão com um ponto.

Só que o Nacional saiu de campo  revoltado. Depois de equilibrar o primeiro tempo, o time visitante começou muito melhor a etapa final, abriu o placar e levou o empate apenas nos acréscimos, numa cobrança de um pênalti inexistente.

Atuando em casa, a torcida do Rosario esperava um time ousado e agressivo, mas não foi bem assim. Com um bom sistema defensivo, o Nacional conseguiu segurar o ímpeto argentino nos 45 minutos iniciais. E voltou melhor do intervalo, abrindo o placar aos 11 minutos. Quase da intermediária, Fucile bateu rasteiro e a bola chegou até Niko López dentro da área, que conseguiu ajeitar e bater.

Só depois que levou o gol foi que o Rosario acordou e passou a buscar o ataque. E a entrada de Larrondo se mostrou acertada, já que este jogador passou a ser a referência, quase empatando a partida numa blitz que o goleiro e a zaga uruguaia rechaçaram como foi possível.

Porém, aos 46 minutos, ocorreu o erro da arbitragem que influenciou no placar. Um balão lançado pelo Rosario chegou até Herrera, que tentou finalizar e caiu. O juiz colombiano Wilmar Roldán marcou pênalti inexistente. Larrondo bateu e evitou a derrota do time da casa.