icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
19/08/2015
16:50

Apesar de o Joinville ter preparado um time misto, expressão que o treinador Paulo Cesar Gusmão não quer utilizar, para a partida desta quinta-feira, diante do Atlético-PR, na estreia pela Sul-Americana, a competição internacional é vista como um combustível extra para a batalha do JEC pela permanência na Série A do Campeonato Brasileiro.

Para o goleiro Agenor, que pediu para atuar diante do rubro-negro paranaense, a vitória sobre o Furacão vai manter o embalo para o outro jogo dentro dos domínios do Joinville, no domingo, contra o Fluminense.

- A gente vem de bons jogos, foram quatro partidas convincentes e acho que esta partida, em casa, pode fazer com que o torcedor também resgate um pouco mais a sua confiança. Depois, domingo, tem jogo pelo Brasileiro. Se fizermos um bom resultado, ganharemos embalo para o jogo contra o Fluminense. Espero que a torcida compareça, porque vamos sair desta situação e o apoio é muito importante - explicou o goleiro Agenor.

Durante a entrevista coletiva realizada na tarde desta quarta-feira, PC Gusmão definiu que o aspecto físico será o fator utilizado para a escolha dos titulares.

- Temos 30 jogadores disponíveis e vamos usar quem está mais inteiro. Usamos critérios físicos e técnicos nas nossas avaliações e quem entrar é quem está pronto para exercer a função. São critérios que tenho para definir a equipe - disse o treinador.

Apesar de o Joinville ter preparado um time misto, expressão que o treinador Paulo Cesar Gusmão não quer utilizar, para a partida desta quinta-feira, diante do Atlético-PR, na estreia pela Sul-Americana, a competição internacional é vista como um combustível extra para a batalha do JEC pela permanência na Série A do Campeonato Brasileiro.

Para o goleiro Agenor, que pediu para atuar diante do rubro-negro paranaense, a vitória sobre o Furacão vai manter o embalo para o outro jogo dentro dos domínios do Joinville, no domingo, contra o Fluminense.

- A gente vem de bons jogos, foram quatro partidas convincentes e acho que esta partida, em casa, pode fazer com que o torcedor também resgate um pouco mais a sua confiança. Depois, domingo, tem jogo pelo Brasileiro. Se fizermos um bom resultado, ganharemos embalo para o jogo contra o Fluminense. Espero que a torcida compareça, porque vamos sair desta situação e o apoio é muito importante - explicou o goleiro Agenor.

Durante a entrevista coletiva realizada na tarde desta quarta-feira, PC Gusmão definiu que o aspecto físico será o fator utilizado para a escolha dos titulares.

- Temos 30 jogadores disponíveis e vamos usar quem está mais inteiro. Usamos critérios físicos e técnicos nas nossas avaliações e quem entrar é quem está pronto para exercer a função. São critérios que tenho para definir a equipe - disse o treinador.