Daniel Tavares é campeão olímpico nos 400m e recordista mundial. Além disso, parece o Neymar (Foto: Igor Siqueira)

Daniel Tavares é campeão olímpico nos 400m e recordista mundial. Além disso, parece o Neymar (Foto: Igor Siqueira)

Igor Siqueira
09/09/2016
12:29
Rio de Janeiro (RJ)

O Brasil conquistou a terceira medalha de ouro nos Jogos Paralímpicos do Rio. Ela veio nesta sexta-feira no atletismo, com Daniel Tavares Martins, nos 400m, na categoria T20 (para atletas com deficiência intelectual).

Daniel, de quebra, ainda bateu o recorde mundial, como o tempo de 47s22. A prata ficou com o venezuelano Luis Arturo Paiva. O bronze foi para Gracelino Barbosa, de Cabo Verde.

- Consegui abrir dos meus adversários, foi uma corrida boa. Os 300 metros são fortes e os últimos são o que Deus quiser. Foi a primeira vez que fiz essa marca. Meu sonho era ser campeão mundial e alcancei mais um sonho, que é ser campeão paralímpico - disse um eufórico Daniel, de 20 anos e atual campeão mundial.

Quem olha o sorriso do novo campeão paralímpico brasileiro logo de cara faz a associação. Daniel é muito parecido com outro medalhista: Neymar. Ele já está "cansado" de ouvir a brincadeira e leva na esportiva.

- Não sou o Neymar, mas eu levo tudo na brincadeira. O pessoal fica brincando bastante. Eu tenho vontade de conhecer ele - disse Daniel, enrolado na bandeira brasileira.

A festa pela conquista foi muito grande no Engenhão, fazendo o estádio delirar.

- A torcida incentivou. Acho que pesou para o pessoal. É uma emoção muito forte, dentro de casa, com a torcida a favor - completou o velocista.

Com a medalha de Daniel, o Brasil chegou ao terceiro ouro na Paralimpíada do Rio. Os outros foram para Ricardo Costa, no salto em distância, e Daniel Dias, nos 200m livre S3.