Casa da Suíça volta a funcionar 100% no período dos Jogos Paralímpicos


Casa da Suíça volta a funcionar 100% durante os Jogos Paralímpicos (Foto: Divulgação)

LANCE!
07/09/2016
11:25
Rio de Janeiro

Sucesso durante os Jogos Olímpicos, a Casa da Suíça recebeu mais de 160 mil visitantes de 1º a 20 de agosto. Instalada em uma área de 4,1 mil metros quadrados no campo de beisebol da Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul do Rio, o Baixo Suíça é uma das sete casas estrangeiras que seguem em funcionamento para o Período dos Jogos Paralímpicos.

A Casa da Suíça tem atrações gratuitas, como o rinque de patinação de gelo sintético, o globo de neve gigante e o trem típico suíço com óculos de realidade virtual. Durante a Paralimpíada, ela vai funcionar das 11h às 23h, diariamente.

Na parte gastronômica, o destaque é o churrasco suíço feito na churrasqueira especial Feuerring, comandada pelo chef Chris Zueger. Durante a Olimpíada, a casa recebeu 950 pessoas por dia para degustações, com destaque para o salsichão suíço com pão e mostarda e para o queijo suíço com batatas, picles e cebola.

O embaixador da Presença Suíça, Nicolas Bideau, disse que os suíços aprenderam muito com os cariocas na primeira edição da casa, durante a Copa do Mundo de 2014, e aposta que a edição do Baixo Suíça 2016 "ficará na memória de todos os visitantes".

Itália
A Casa da Itália terá novo local durante a Paralimpíada, uma igreja no bairro do Recreio, na zona oeste, fruto de parceria entre o Comitê Olímpico Italiano, o Vaticano e a Diocese do Rio. O novo endereço será anunciado oficialmente esta semana pelo comitê. Durante a Olimpíada, o espaço funcionou no Costa Brava Clube, no Joá, zona sul, e ofereceu aos convidados atrações como telões 360º com imagens de pontos turísticos da Itália, comida típica do país com tempero brasileiro, entre outras. O acesso à Casa da Itália foi feito mediante cadastro prévio na internet, mas ainda não está definido se na Paralimpíada o modelo será o mesmo.

Colômbia
Com público total de cerca de 70 mil visitantes, a Casa Colômbia, no Centro Cultural do Ministério da Saúde, na Praça XV, centro do Rio de Janeiro, retoma as atrações neste dia 7 e seguirá aberta até o fim dos Jogos, no dia 18. O espaço receberá atletas paralímpicos colombianos que conquistarem medalhas e oferecerá ao público degustação permanente de café do país, considerado um dos melhores do mundo, além de apresentações de música típica. Também serão mantidos na temporada paralímpica da Casa Colômbia a exposição interativa do Museu do Ouro e a mostra de peças do artesanato colombiano, com destaque para louças e cestaria, além de produtos colombianos comercializados para o Brasil.

Pyeong Chang
Nos quiosques QL03 e QL04, na Avenida Atlântica, na Praia de Copacabana, no Leme, o condado sul-coreano de Pyeong Chang, que vai ser sede dos próximos Jogos Olímpicos de Inverno, oferecerá ao público durante a Paralimpíada a oportunidade de experimentar esportes de inverno com o auxílio de óculos de realidade virtual. No palco externo, assim como ocorreu na Olimpíada, haverá degustação de comida típica da Coreia e performances de K-POP (música pop coreana), música clássica e taekwondo, além de break-dancing (dança de rua). A casa funcionará até o dia 18 de setembro.

Grã-Bretanha
Na Paralimpíada, a Casa Britânica deixa o Parque Lage, no Jardim Botânico, e passa a funcionar no Shopping Metropolitano, na Barra da Tijuca, a dois quilômetros do Parque Olímpico, das 9h às 22h. Como a entrada será limitada, é necessário fazer registro no site oficial da Casa Britânica e receber um convite.

Alemanha
A casa temática da Alemanha nos Jogos Rio 2016, denominada OliAle – Alemanha na Praia, seguirá instalada na divisa das praias de Ipanema e do Leblon, próximo ao canal do Jardim de Alah, com o objetivo de ser um ponto de encontro de brasileiros e turistas de todas as procedências que queiram conhecer um pouco mais da cultura e hospitalidade alemã. Na Paralimpíada, a Alemanha é o único país autorizado pela prefeitura do Rio de Janeiro a ter um pavilhão instalado na orla. Depois do sucesso de público registrado na Olimpíada – mais de 70 mil visitantes, a casa reabre do dia 7 de setembro até o dia 11 e novamente entre 15 a 18 de setembro, das 14h30 às 21h30.

Japão
A Casa do Japão na Paralimpíada Rio 2016 seguirá instalada na Cidade das Artes de 7 a 18 de setembro, e funcionará das 12h às 20h, com visitação gratuita. A exceção será o dia 17 de setembro, quando o espaço estará fechado, reservado para evento com convidados. A casa promove a capital do Japão, Tóquio, sede dos próximos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, em 2020, com exposição da logomarca, do novo Estádio Olímpico Nacional e do conceito pensado para o megaevento. Em uma área interativa da casa, o público pode conhecer a cultura japonesa, com demonstrações da cerimônia do chá e pesca yo yo (pesca de linhada), muito popular em festivais no Japão, além da yukata (vestimenta japonesa de verão) e o shodo (arte da caligrafia japonesa).